Internacional

5/2/2013 às 02h19 (Atualizado em 5/2/2013 às 07h30)

Explosão no prédio da Pemex é atribuída a acúmulo de gás

Possibilidade de uma bomba ter sido detonada foi descartada

EFE

Explosão deve ter sido causada por um acúmulo de gás metano que explodiu após o contato com uma faísca ALFREDO ESTRELLA / AFP

As autoridades mexicanas atribuíram nesta segunda-feira (4) a um acúmulo de gás a explosão ocorrida na semana passada na sede corporativa da estatal Petróleos Mexicanos (Pemex), que teve o saldo de 37 mortos e mais de 100 feridos.

"A causa é clara: foi uma explosão de gás", afirmou o procurador-geral do México, Jesus Murillo Karam, ao apresentar em entrevista coletiva os dados preliminares fornecidos pelos peritos que investigam as causas da tragédia.

Murillo descartou a possibilidade de uma bomba ter sido detonada, porque os laboratórios não encontraram rastros disso, e disse que provavelmente se trata de um acúmulo de gás metano que explodiu após o contato com uma faísca.

No entanto, o titular da Procuradoria Geral da República (PGR) disse que não se estabeleceu ainda a origem do gás que vazou até o subsolo do edifício, onde vários trabalhadores faziam a manutenção dos pilares.

Karam mencionou que na calçada em frente há um edifício que abriga gás natural, "conectado com um túnel que chega à área onde a explosão aconteceu".

Também há um duto que alcança o centro de máquinas do edifício e que pode ter vazado gás pelo solo. "Há várias fontes possíveis", acrescentou. 

 

O que acontece no mundo passa por aqui

Moda, esportes, política, TV: as notícias mais quentes do dia

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Onde o terror acontece

Cinco países são responsáveis pela maioria dos mortos pelo terrorismo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Meio ambiente

Mudanças climáticas podem aumentar o risco de uma nova guerra mundial?

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!