Internacional

13/12/2012 às 02h00 (Atualizado em 13/12/2012 às 12h16)

Governo israelense quer frear muro na
Cisjordânia por razões ambientais

Agência ambiental do país está
processando projeto do Ministério da Defesa

Do R7, com Reuters

Camponês palestino circula na região de Battir, na fronteira entre a Cisjordânia e Israel REUTERS/Ammar Awad

A construção do muro entre a região palestina da Cisjordânia e Israel poderá em breve ser paralisada. De acordo com a agência de notícias Reuters, a autoridade governamental responsável pela administração das reservas naturais e parques do país entrou na Justiça israelense para impedir a continuidade do projeto militar que deverá erguer uma barreira física na fronteira com os territórios palestinos.

Uma carta de apoio à paralisação da polêmica construção foi enviada pelo órgão ambiental do governo e está sendo utilizada como parte da ação aberta contra a iniciativa do Ministério da Defesa. No documento, os ambientalistas solicitam aos responsáveis pelo projeto que o traçado do muro seja redesenhado para que este passe longe do vilarejo de Battir, localizado na região sul de Jerusalém.

A região em questão é conhecida pelos métodos de irrigação e campos de cultivo que são do período bíblico. No ano passado, a Unesco (Organização das nações Unidas para educação, ciência e cultura) reconheceu o valor do vilarejo e seus arredores tornando a área um patrimônio da humanidade.

Israel acusa ONGs palestinas de trabalhar com facção de esquerda em Gaza

Israel lança concurso para novas casas em colônias em território palestino

Abbas ameaça recorrer à Corte Internacional

O desafio legal levantado pela agência ambiental contra o Ministério da Defesa israelense é um gesto raro na política estatal do país. As ações militares normalmente não são questionadas já que visam à segurança nacional.  O diretor da autoridade, Shaul Goldstein, reconheceu o ineditismo da questão.

— Não é todo dia que nos posicionamos contra o Ministério da Defesa nos tribunais. Não pretendemos colocar obstáculos contra o combate ao terrorismo, apenas acreditamos que aqui (em Battir) outros métodos podem ser utilizados.

Aproximadamente 30% da região cultivada de Battir está localizada além da rota do muro do lado israelense, local onde os palestinos podem circular livremente. A construção irá não só atrapalhar a bela e histórica paisagem como impedirá que muitos camponeses não consigam mais exercer o trabalho.

A última sessão do tribunal israelense sobre o caso não chegou a um veredito e deverá convocar novos debates.

 

Quer ficar bem informado? Leia mais

O que acontece no mundo passa por aqui

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Verde-amarelo contagiante

Bandeiras e camisetas do Brasil se espalham pelo mundo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fé proibida

Conheça os países com maiores índices de perseguição religiosa

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!