Internacional

3/7/2013 às 15h07

Governo transmite pêsames por assassinato de menino boliviano

EFE

La Paz, 3 jul (EFE).- O governo manifestou nesta quarta-feira em comunicado suas condolências pelo assassinato do menino boliviano de 5 anos Brayan Yanarico, morto por assaltantes na semana passada durante um assalto à casa de sua família na cidade de São Paulo. A embaixada brasileira em La Paz enviou uma mensagem à Agência Efe em que manifesta suas condolências pela morte do pequeno, "assassinado brutalmente", e se uniram "à dor dos pais", um casamento boliviano que chegou no começo do ano ao Brasil para trabalhar em uma confecção. "A Embaixada do Brasil se coloca à disposição do governo boliviano para prestar o apoio necessário no acompanhamento do processo de investigação dos culpados do assassinato perante a justiça do estado de São Paulo", acrescenta o comunicado. O documento lembra ainda que neste momento já há cinco suspeitos "sob investigação" pelo crime, e convida os que quiserem a comparecer a uma missa em memória de Brayan que será realizada amanhã, quinta-feira, em uma igreja de La Paz. O governo da Bolívia anunciou ontem através de seu vice-presidente, Álvaro García Linera, que seguirá de perto as ações da polícia e da justiça brasileira para sancionar os assassinos da criança. Os pais de Brayan chegaram na segunda-feira passada à noite ao aeroporto de El Alto, cidade vizinha de La Paz, com o corpo de seu único filho, que será enterrado na cidade de Tacamara, no planalto de La Paz. O casal disse com veemência que não voltará ao Brasil e pede por justiça, segundo jornais locais. EFE lcl/tr
  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!