Internacional

24/12/2012 às 06h20 (Atualizado em 24/12/2012 às 06h30)

Margaret Thatcher, ainda hospitalizada, passa bem em Londres

Thatcher sofre de uma doença senil e está muito debilitada fisicamente

Thatcher não se expressa mais em público desde 2002 1º.11.2012/Andrew Winning/Reuters

A ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher, de 87 anos, passou neste domingo (23) o terceiro dia no hospital onde ela foi submetida a uma cirurgia na bexiga, e "está bem", informou Tim Bell, antigo conselheiro da "dama de ferro".

"Ela está no hospital atualmente e passa bem", declarou lorde Tim Bell, personalidade influente do mundo das relações públicas no Reino Unido.

Ele disse não ter "nenhuma ideia" da data em que Margaret Thatcher poderá sair do hospital, cujo nome e localização são mantidos sob sigilo. Anteriormente, Bell havia indicado que seria "perfeitamente possível" que ela passe ali o Natal.

A filha de Thatcher, Carol, está ao seu lado, acrescentou este amigo da ex-primeira-dama conservadora britânica (1979-1990).

Um porta-voz de Thatcher indicou, por sua vez, que ela deveria permanecer mais alguns dias no hospital.

— Levando em conta a sua idade, eu não penso que ela saia antes de aguns dias.

Thatcher deu entrada no hospital na quinta-feira e foi operada de um tumor na bexiga, cuja natureza não foi detalhada, em uma intervenção qualificada de "menor" por pessoas próximas. Uma porta-voz assegurou na sexta-feira que ela estava "perfeitamente bem".

Lorde Bell explicou que os médicos empregaram uma "cirurgia muito pouco invasiva, portanto sem anestesia pesada", para esta operação, qualificada de um "completo sucesso";

O chefe do governo britânico, David Cameron, fez votos de um "pronto restabelecimento" este sábado, em uma mensagem publicada no microblog Twitter.

Única mulher a ocupar o cargo de primeiro-ministro da Grã-Bretanha e personalidade da vida política do século XX em seu país, Thatcher faz raras aparições públicas. Vítima de doença senil e fragilizada fisicamente, ela não se expressa mais em público desde 2002 por recomendação médica, após ter sofrido vários ataques cerebrais.

Raras aparições

 

Única mulher que foi primeira-ministra do Reino Unido, Thatcher realiza raras aparições. Desde 2002 não fala em público, seguindo o conselho de seus médicos, depois de sofrer vários derrames cerebrais.

Em 2008, sua filha Carol revelou em suas memórias que sua mãe estava sofrendo de uma doença senil havia sete anos.

Em 2010, foi hospitalizada em Londres por 15 dias depois de complicações de uma gripe.

"Maggie", que exerceu três mandatos, marcou a vida política britânica do século 20.

Thatcher impulsionou a economia do país, conhecido como "o doente da Europa" quando chegou ao poder, mas se tornou famosa por seu ultraliberalismo, sua intransigência nas suas relações com os sindicatos, mineiros e prisioneiros do IRA — grupo político que exigia a libertação da Irlanda do Norte.

Sua figura dividiu profundamente as opiniões, despertando o ódio e também muita admiração.

No Twitter, as reações à hospitalização mostram que a ex-primeira-ministra continua a inspirar sentimentos contraditórios.

"Ela tomou as decisões difíceis que outros tentaram evitar", julgou Richard Smith. Outro usuário da rede social, Darran Busby, disse que "nunca vou perdoá-la pelo o que ela fez com os mineiros e para o país".

Recentemente, o filme A Dama de Ferro, em que a atriz Meryl Streep interpreta Thatcher, colocou em debate o legado do thatcherismo.

Vinda de uma família modesta, Margaret Thatcher foi eleita deputada aos 34 anos antes de se tomar a líder do Partido Conservador, em 1975, e à frente, quatro anos mais tarde, do governo. O marido dela, o empresário Denis Thatcher, com quem teve gêmeos Mark e Carol, morreu em 2003.

 

Quer ficar bem informado? Leia mais

O que acontece no mundo passa por aqui

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Onde o terror acontece

Cinco países são responsáveis pela maioria dos mortos pelo terrorismo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Meio ambiente

Mudanças climáticas podem aumentar o risco de uma nova guerra mundial?

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!