Menor se entrega como suposto autor de disparou que matou torcedor na Bolívia

São Paulo, 25 fev (EFE).- Um torcedor do Corinthians de 17 anos que se declara autor do disparo de um sinalizador que matou um adolescente boliviano na última quarta-feira se apresentou nesta segunda-feira na Vara da Infância de Guarulhos, no interior de São Paulo. O suposto autor do disparo, cujo nome não foi divulgado pelas autoridades, prestou depoimento por cerca de duas horas e meia acompanhado de um advogado no começo desta tarde. A vítima, Kevin Douglas Beltrán Espada, de 14 anos, morreu devido aos graves ferimentos provocados pelo sinalizador ao atingir seu rosto. A tragédia aconteceu no empate em 1 a 1 entre Corinthians e San José, em Oruro, pela Taça Libertadores. EFE mb/dr