R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

Arte/R7
publicado em 11/03/2010 às 16h56:

Chile suspende alerta de tsunami para a costa do país

Horas depois de terremoto, autoridades mantiveram aviso só para Ilha de Páscoa

Do R7
As autoridades suspenderam o alerta de tsunami para a costa do Chile, anunciado nesta quinta-feira (11) após um terremoto de 6,9 graus na escala Richter na região de O'Higgins, ao sul de Santiago, minutos antes da posse do novo presidente do país, Sebástian Piñera. O alerta foi mantido apenas para a Ilha de Páscoa, localizada no oceano Pacífico, a 2.500 km do litoral chileno.
A suspensão do alerta foi anunciada pelo subsecretario do interior, Rodrigo Ubilla, citando as decisões tomadas pelo SHOA (Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Marinha) e o Onemi (Escritório Nacional de Emergência).
Os dois órgãos receberam críticas nas últimas semanas pela atuação após o terremoto de 8,8 graus que atingiu o Chile no último dia 27 de fevereiro. Centenas de mortes que aconteceram após o tremor foram atribuídas a falhas no sistema de alerta de tsunami.
O terremoto desta quinta-feira foi registrado a 35 km de profundidade perto da cidade de Rancagua. Logo após assumir o governo, Piñera decretou zona de catástrofe na região.
Não há confirmação de vítimas, mas o novo presidente disse que houve “danos significativos” em Rancagua, próxima ao epicentro do tremor, e anunciou o envio de militares para a área afetada. A decretação de um toque de recolher está sendo estudada e Piñera viajou para Rancagua, após cancelar um almoço programado com autoridades e convidados estrangeiros que acompanharam a posse.  

Segundo a rádio da Universidade do Chile, citando o Onemi (Escritório Nacional de Emergência), uma passarela caiu após o na Rota 5, principal rodovia do país, perto da estrada entre as localidades de Rancagua e Graneros. O jornal La Tercera informou que um desvio foi providenciado pela polícia.

O Chile ainda se recupera dos efeitos do terremoto que atingiu o centro-sul do país no último dia 27 e que, segundo balanço oficial, causou cerca de 500 mortes. Piñera criticou a então presidente, Michelle Bachelet, por demorar a enviar as Forças Armadas para as regiões mais atingidas, que registraram saques.
O terremoto desta quinta-feira foi seguido de outros três com mais de 5 graus – um de 6,7, outro de 6 e um terceiro com 5,4 graus na escala Richter.

O sismo foi sentido na capital Santiago e na cidade Valparaíso, sede do Congresso, onde aconteceu a posse de Piñera. A cidade de Rancagua se localiza a cerca de 150 km de Vaparaíso e a 70 km ao sul da capital, onde alguns prédios foram esvaziados por precaução. O Congresso também foi esvaziado de maneira preventiva após a cerimônia de posse.

terremoto de 6,9 no Chile na posse do Piñera

 
Veja Relacionados:  Terremoto, Chile, Piñera, Tsunami
Terremoto  Chile  Piñera  Tsunami 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping