R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

publicado em 05/03/2010 às 22h02: atualizado em: 06/03/2010 às 15h10

Cliente acusa TAM de cobrar taxa por voo ao Chile

Passageiro de SP cancelou viagem por causa de terremoto e quer reembolso do bilhete

Do R7

O paulistano Vagner Luiz acusa a companhia aerea TAM de cobrar taxas referentes à mudança e ao cancelamento de um voo com o qual ele viajaria ao Chile um dia após o terremoto que atingiu o país há uma semana. Segundo o cliente, a empresa quer cobrar um adicional para que ele mude o destino de sua passagem ou para que peça o reembolso do bilhete, uma vez que o desastre impossibilitou sua viagem. Procurada pelo R7 nesta sexta-feira (5), a assessoria de imprensa da TAM reiterou que a empresa "não deixa esse tipo de questionamento sem resposta" e prometeu uma posição rápida.

Luiz tinha um voo de São Paulo a Santiago no domingo (28), um dia após o terremoto. Ele disse ter entrado em contato com a empresa para saber sobre as condições do voo às vésperas da viagem que faria a trabalho, mas até aquele momento a empresa não tinha informações consolidadas sobre eventuais trocas porque o aeroporto da capital chilena estava fechado.

Posteriormente, o cliente teria sido informado que reabertura do aeroporto se daria a partir de terça-feira. Nesse caso ele poderia fazer a transferência de seu bilhete de ida sem nenhum encargo. O mesmo, no entanto, não valeria para a troca do bilhete de volta, marcado para esta sexta. Segundo Luiz, a TAM argumentou que a partir do momento em que o aeroporto está aberto, as mudanças estariam sujeitas às regras correntes da empresa - que em tais casos cobra taxas de transferência de voo.

Luiz disse então que pediu o cancelamento das passagens e o reembolso da tarifa. Nesse caso a empresa lhe teria informado que o reembolso não seria integral, já que parte do que havia sido pago seria retido em forma de outra taxa.

Procurada pelo R7, a assessoria de imprensa da TAM prometeu responder em breve o questionamento. Como já passavam das 18h de sexta-feira, argumentou que precisaria entrar em contato com porta-vozes da empresa.

TAM responde reclamação

A TAM entrou em contato com o R7 na manhã deste sábado (6) e enviou a seguinte nota:

"A TAM informa que abre exceções em suas regras em momentos excepcionais, como no da ocorrência do terremoto no  Chile, pois considera que situações específicas devem ser analisadas individualmente a fim de  atender a todos a melhor forma possivel.  

A companhia, por meio do Fale com o Presidente, serviço de atendimento ao cliente, já entrou em contato com o sr. Vagner Luiz para lamentar que ele tenha recebido uma informação errada e avisá-lo de que clientes com origem e destino Santiago do Chile com bilhetes TAM/957 e PZ/692 em voos JJ, PZ e JJ* (voos em codeshare com a Lan Chile), poderão alterar a data para embarque até 30 de março, desde que haja assentos disponíveis. Não haverá cobrança de taxas para reemissão e reembolso de passagens.

Destacamos ainda que a TAM foi autorizada a retomar suas operações normais entre os dois países neste sábado, dia 6 de março. Desde o dia 2 de março, quando foi autorizado, em regime especial, a operação do aeroporto Arturo Merino Benitez; (Santiago do Chile) para voos internacionais, temos acomodado os passageiros que tiveram seus voos cancelados entre os dias 27 de fevereiro e 5 de março em decorrência da tragédia que atingiu o território chileno.

O Fale com o Presidente permanece à disposição pelo telefone 0800 123200, pelo site www.tam.com.br ou pelo fax 0800 123900."

 
Veja Relacionados:  chile, tam, brasil, voo
chile  tam  brasil  voo 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping