R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

25 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

publicado em 28/10/2010 às 20h47:

De cães a maconha, eleitores
americanos têm muito para decidir

Paralelamente às legislativas, referendos consultam população sobre temas variados

AFP


Publicidade

Os americanos decidirão em referendos locais na próxima terça-feira (2), paralelamente às eleições legislativas, sobre temas tão variados quanto a legalização da maconha, a proibição de criadouros de cães, passando pela eliminação de impostos ou a abolição da reforma da saúde.

As legislativas estarão acompanhadas de 160 referendos organizados em 50 Estados do país, sem contar com as centenas de consultas previstas em Condados e comunidades. Cerca de 40 consultas públicas surgiram de iniciativas da sociedade civil.

Estes números, de fato, representam uma queda em comparação à última grande consulta nacional, realizada em 2008. A cientista política Jeannie Drage Bowser, da conferência nacional de Parlamentos estaduais, disse que em tempos de dificuldades econômicas organizar um referendo de iniciativa popular é muito caro.

No Estado de Washington, redes de distribuição destinaram R$ 5,3 milhões (US$ 3,1 milhões)  para impulsionar uma iniciativa que autorizaria a venda de álcool fora das lojas de bebidas da administração pública.

Mas nem todas as iniciativas estão vinculadas à ações do Estado. No Missouri, os defensores dos animais querem regulamentar os criadouros de cães e criminalizar “a crueldade nas fábricas de filhotes".

Califórnia terá referendo sobre legalização da maconha

Na Califórnia, o investidor multimilionário George Soros doou R$ 1,7 milhões (US$ 1 milhão) para a proposta que visa a legalizar a maconha no Estado, onde o uso medicinal da cannabis é autorizado desde 1996. Desde então, outros 14 Estados adotaram leis similares.

Pouco mais de 45% dos americanos são favoráveis à legalização da droga e 50% são contrários, revelou uma pesquisa de opinião da empresa Gallup, divulgada nesta quinta-feira (28).

O apoio à legalização da maconha para uso privado tem crescido desde o ano 2000, quando apenas um terço dos americanos estava de acordo com esta possibilidade, destacou a Gallup, que entrevistou pouco mais de mil pessoas.

Mesmo com apoio considerável da população, o principal obstáculo da medida é seu aspecto legal, visto que o cultivo e o uso de maconha na Califórnia entraria diretamente em conflito com a legislação federal sobre o tema.

Redução de impostos também será discutido

Há propostas em nove Estados para reduzir impostos, especialmente no Colorado, onde o orçamento estadual diminuiria, segundo um estudo, para R$ 65 milhões (US$ 38 milhões) se as iniciativas forem adotadas, representando uma economia de impostos de aproximadamente R$ 2 mil (US$ 1,3 mil ) ao ano por família.

Além disso, neste Estado, assim como no Arizona e em Oklahoma, os eleitores se pronunciarão sobre o bloqueio à reforma do sistema de saúde, a grande vitória legislativa do atual presidente Barack Obama.

Veja Relacionados:  maconha, EUA, eleições, referendos
maconha  EUA  eleições  referendos 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping