R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

Arte/R7
publicado em 11/03/2010 às 13h39: atualizado em: 11/03/2010 às 13h55

Instituto americano reclassifica
terremoto que atingiu o Chile

Outros dois tremores foram registrados menos de uma hora depois

Do R7, com agências internacionais

O Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS) reclassificou o terremoto que atingiu a região central do Chile às 11h39 (horário local e de Brasília) desta quinta-feira (11).

Análises preliminares indicavam 7,2 graus na escala Richter e a mais recente informação sobre o tremor aponta que sua magnitude foi de 6 graus.

O sismo foi sentido em Santiago e Valparaíso, onde acontece a posse do novo presidente chileno Sebastián Piñera e provocou um alerta de tsunami na região.

Seu epicentro está na região de O'Higgins, a 35 km de profundidade. Menos de 20 minutos depois do terremoto, uma réplica de 6,7 graus de intensidade foi registrada na mesma região, seguido por um terceiro sismo, às 12h06 (horário local e de Brasília), de 6,0 graus na escala Richter. 

Entenda como é medido o impacto de um terremoto

Ainda não há informações sobre danos ou vítimas. O alerta do Serviço Hidrográfico e Oceanográfico (SHOA) da Marinha chilena recomenda à população das localidades litorâneas seguir para lugares altos entre as regiões de Valparaíso e Los Lagos.

De acordo com o Centro de Alerta de Tsunamis do Pacífico, ondas gigantes podem atingir regiões costeiras do Chile que tenham sido abaladas pelo tremor.

O centro descartou a ocorrência de tsunamis nas ilhas do Havaí e nos Estados da Califórnia, Oregon, Washington, Columbia Britânica e Alasca, nos Estados Unidos.

A réplica de 7,2 graus é a mais forte a atingir o Chile desde o sismo de 8,8 graus na escala Richter que devastou boa parte do país no dia 27 de fevereiro, mas dessa vez, aconteceu em uma área menos populosa. Até hoje, o país identificou 497 mortos, mas o número de vítimas pode passar de 800, de acordo com o governo.

terremoto, chile

 

 

 

 
Veja Relacionados:  Chile
Chile 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping