R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

25 de Abril de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

publicado em 02/07/2011 às 14h05:

Muammar Gaddafi ameaça atacar a Europa

Hilary Clinton, secretária de Estado dos EUA, pede sua saída do poder

Reuters

Publicidade

O líder líbio Muammar Gaddafi prometeu atacar "casas, escritórios e famílias" na Europa em retaliação aos ataques aéreos da Otan em seu país. A secretária de Estado norte-americana Hilary Clinton retrucou dizendo que ele deve deixar o poder em vez de fazer ameaças.

Em uma transmissão via telefone para cerca de 100 mil simpatizantes na Praça Verde em Trípoli, Gaddafi pediu o fim dos bombardeios da OTAN ou caças líbios vão atacar a Europa "como um enxame de gafanhotos ou abelhas."

Gaddafi, que, junto com seu filho e chefe de inteligência, enfrenta um mandado de prisão internacional por crimes contra a humanidade, prometeu lutar até o fim e classificou a operação da Otan como uma agressão colonial destinada a controlar as riquezas de petróleo da Líbia.

Em pronunciamento nesta sexta-feira (1º), o ditador ameaçou.

- Recuem! Vocês não têm chances de vencer esse povo corajoso. Eles vão atacar suas casas, seus escritórios e suas famílias, que vão se tornar alvos militares da mesma forma que vocês transformaram nossos escritórios, nossas sedes, casas e crianças no que vocês consideram legítimos alvos militares. Se nós decidirmos, podemos atacar a Europa como um enxame de gafanhotos ou abelhas. Portanto, eu os aconselho a recuar, antes que tenham que enfrentar uma catástrofe.

Clinton, em entrevista coletiva durante uma visita à Espanha, criticou as ameaças de Gaddafi neste sábado e intensificou sua exigência para que o líder líbio deixe o poder.

- Em vez de fazer ameaças, Gaddafi deve colocar o bem-estar e os interesses do seu próprio povo em primeiro lugar. Ele deve deixar o poder e ajudar a facilitar uma transição democrática.

A ministra das Relações Exteriores espanhola, Trinidad Jimenez, disse que sua posição permanece inalterada.

- A resposta da Espanha e de sua coligação internacional é manter a unidade e a determinação com que temos trabalhado nos últimos meses.

O discurso de Gaddafi foi feito quando rebeldes da Líbia, que tinham avançado para 80 km em direção à capital, foram contidos pelas forças do governo, ressaltando a resistência obstinada das tropas Gaddafi diante da revolta de cinco meses no país.

 
Veja Relacionados:  gadaffi, líbia, revoltas, hilary clinton, estados unidos, guerra
gadaffi  líbia  revoltas  hilary clinton  estados unidos  guerra 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 449,00
Fogão Fogão Mania Vi R$ 580,41
Monitor Monitor Wal-Mart R$ 348,00
Blu-Ray Player Blu-Ray Pl Saraiva R$ 299,00