R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

publicado em 22/08/2011 às 00h19:

Obama diz que Gaddafi deve reconhecer
que seu regime chegou ao fim

Presidente dos EUA pede a Gaddafi que deixe o comando da Líbia

EFE

Publicidade

O presidente Barack Obama declarou na noite deste domingo (21) que Muammar Gaddafi "deve reconhecer que seu regime chegou ao fim" e anunciou o reconhecimento por parte de Washington do Governo de Transição da Líbia.

Gaddafi chegou ao poder em 1969

"Esta noite tombou o equilíbrio contra o regime de Gaddafi", disse Obama em uma declaração distribuída pela Casa Branca, e acrescentou que "Trípoli escapa do domínio do tirano".

"O regime de Gaddafi mostra sinais de colapso e o povo da Líbia mostra que a busca universal de dignidade e liberdade é muito mais forte que o punho de ferro de um ditador", assinalou Obama de sua residência de férias em Massachusetts.

Segundo o presidente, "a forma mais segura para que termine o derramamento de sangue é simples: Muammar Gaddafi e seu regime precisam reconhecer que chegaram ao final".

"Gaddafi deve reconhecer a realidade de que já não controla a Líbia, precisa deixar o poder de uma vez por todas", ressaltou Obama.

O presidente dos EUA anunciou que seu Governo reconheceu o Conselho Nacional de Transição como a autoridade legítima que governa a Líbia.

- Neste momento crucial e histórico o Conselho Nacional de Transição deve continuar demonstrando a liderança necessária para comandar o país em uma transição com respeito dos direitos do povo da Líbia, evitando as baixas civis e protegendo as instituições do Estado.

Em sua declaração, também explicou que "os Estados Unidos vão continuar coordenando estreitamente com o Conselho Nacional de Transição".

Rebeldes capturam filho considerado possível sucessor de Gaddafi

Os rebeldes que começaram na noite deste sábado (20) um ataque surpresa contra Trípoli anunciaram neste domingo (21) a captura de dois filhos do líder líbio Muammar Gaddafi, Saif al Islam e Saadi, informou o presidente do Conselho Nacional de Transição (CNT), Abdul Mustafa Jalilque.

Aboubakr Traboulsi, um dos porta-vozes da rebelde Aliança 27 de Fevereiro, afirmou que tem notícias concretas e precisas que estes dois filhos do ditador foram presos em uma região turística do oeste de Trípoli.

- Saif al Islam e Saadi estão em nossas mãos.

Traboulsi acrescentou à rede árabe que uma terceira pessoa, um apresentador da televisão oficial, Hamma Thouhami, também foi capturado.

Saif al Islam é o filho mais velho e possível sucessor de Muammar Gaddafi, que possui inclusive um mandado de prisão expedito pela Corte Penal Internacional (CPI) por crimes contra a humanidade.

Insurgentes chegam à Praça Verde

Os insurgentes anunciaram a sua chegada à Praça Verde, no centro de Trípoli, perto dos quartéis de Gaddafi.

A Praça Verde é um dos símbolos do regime líbio, e desde o princípio da rebelião as redes de televisão oficiais transmitiram ao vivo direto o reagrupamento dos partidários de Gaddafi neste local.

A rede Al Jazeera afirmou que os moradores da periferia desta área pública receberam os rebeldes com grande alegria e mostrou imagens de multidões celebrando a chegada rebelde.

Veja Relacionados:  líbia, gaddafi, obama
líbia  gaddafi  obama 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping