R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

publicado em 01/02/2011 às 10h42:

ONU cogita até 300 mortes durante repressão no Egito

Alta comissária também pediu ao governo que respeita manifestações pacíficas

EFE


Publicidade

A alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, disse nesta terça-feira (1º) que está "profundamente alarmada" pelo número de vítimas nos protestos registrados no Egito. Ela citou que até 300 pessoas podem ter morrido.

Afinal, o que está acontecendo no Egito?

Fotonovela: Grito de liberdade no mundo árabe

Veja a cobertura completa da crise no Egito


- As vítimas foram aumentando a cada dia, com informações não confirmadas que sugerem que até 300 pessoas podem ter morrido e que há mais de 3.000 feridos e centenas de detidos.

Em sua opinião, "a população está claramente rejeitando um sistema que a privou de seus direitos fundamentais e que cometeu graves abusos, entre eles o emprego muito difundido da tortura", afirmou a responsável da ONU.

Diante da perspectiva de que 1 milhão de pessoas saiam nesta terça-feira às ruas para protestar, a comissária fez um apelo ao Exército e à polícia para que atuem "com o maior cuidado", ao mesmo tempo que pediu à população que evite qualquer ato de violência que possa "manchar o que se conseguiu de maneira tão extraordinária até agora".

Navi disse que o fato de que o governo egípcio manteve a Lei de Emergência durante 30 anos é um claro sinal de que os direitos humanos não estão entre suas prioridades.

A comissária destacou que o movimento popular contra o regime do presidente Hosni Mubarak se desenvolveu de uma maneira pacífica e valente e que o mundo inteiro está com os olhos voltados para como as autoridades vão reagir frente à continuação dos protestos.

 

 

 

Veja Relacionados:  egito, onu, morte
egito  onu  morte 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping