R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

Arte/R7
publicado em 05/03/2010 às 14h20:

Piñera quer reformar alerta de tsunamis no Chile

Presidente eleito faz declaração em meio a série de terremotos que atinge o país

Do R7, com Reuters

O presidente eleito do Chile, Sebastián Piñera, disse nesta sexta-feira (5) que pretende reformular o sistema de alerta de catástrofes no país. A declaração ocorre depois que a Marinha demitiu o comandante responsável por avisar o país sobre a chegada de tsunamis, por causa das críticas feitas ao seu trabalho após o terremoto de 8,8 graus na escala Richter que atingiu o país no último sábado.

Em meio a série de novos tremores desta sexta-feira, a presidente do Chile, Michelle Bachelet, se reuniu com o presidente eleito Sebastián Piñera no palácio presidencial para definir as linhas de ação para a reconstrução depois do desastre.

Piñera, que assumirá a Presidência na próxima semana, disse que será necessária uma "profunda reestruturação do sistema de alerta imediato" frente a catástrofes.

- A tarefa do momento é atender de maneira mais eficaz as emergências e as múltiplas necessidades dos compatriotas que foram afetados diretamente pelo terremoto e os tsunamis, e isso exige uma coordenação muito adequada entre o governo atual e o que está assumindo.

A Marinha do Chile destituiu do cargo o diretor do Serviço Hidrográfico e Oceanográfico, comandante Mariano Rojas, após críticas da imprensa e do próprio governo às falhas nos alertas de tsunami decorrentes do terremoto de 8,8 graus na escala Richter que atingiu o Chile no último dia 27.

Piñera disse que também disse que estuda reformular seu programa para incorporar as tarefas de reconstrução.
Bachelet afirmou que o Chile, com uma das economias mais sólidas da América Latina, poderá precisar de ajuda financeira internacional para a reconstrução, que levaria três a quatro anos.

Nesta sexta-feira, o secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas), Ban Ki-moon, visita o Chile para avaliar os prejuízos, calculados por especialistas em R$ 53,3 bilhões (US$ 30 bilhões de dólares), ou 15% por cento do PIB (Produto Interno Bruto) do país.

Veja Relacionados:  terremoto, chile, alerta, tsunami, pinera
terremoto  chile  alerta  tsunami  pinera 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping