R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

publicado em 22/08/2011 às 10h43:

Rebeldes dizem controlar 95% da capital da Líbia;
paradeiro de Gaddafi é desconhecido

Novo governo só deverá assumir poder quando houver um esboço de constituição

Do R7


Publicidade

Os rebeldes líbios já controlam 95% de Trípoli (capital da Líbia), segundo o representante do CNT (Conselho Nacional Transitório) no Reino Unido, Mahmoud Nacua. O presidente do conselho, Mustafa Abdel Jalil, disse, por sua vez, que os rebeldes só assumirão o poder de vez quando o esboço de uma nova constituição para o país tiver sido elaborado. O paradeiro de Gaddafi é desconhecido.

Onde você acha que se escondeu Gaddafi?

Líbia vive euforia com a iminente queda de Gaddafi

Relembre os seis meses de conflito

Jalil disse hoje, em uma entrevista coletiva, que os rebeldes ainda não tem o controle total da capital e das áreas próximas. Nacua afirmou que, apesar de ser necessário uma constituição nova antes que o novo governo seja instalado, a sede do CNT deve mudar de Benghazi (leste do país) para Trípoli em breve.

Ele destacou que ainda há focos de luta por parte dos partidários de Gaddafi na capital, e que a resistência das forças leais ao ditador pode durar mais alguns dias. Ele afirmou ainda que não há novidades sobre o paradeiro de Gaddafi, mas que ele continua na Líbia.

- Não vamos deixar uma só pedra sem levantar até encontrá-lo, detê-lo e levá-lo até um tribunal.

Jalil afirmou esperar que Gaddafi “seja capturado com vida para que um julgamento justo possa ser realizado”.

- Não tenho ideia de como ele vai se defender desses crimes.

Rebeldes chegam a Trípoli

Os rebeldes encontraram pouca resistência à medida que avançavam pela cidade no sábado (20) e no domingo (21). Em pouco tempo, tomaram o controle das regiões leste, sul e oeste da capital. O confronto em diversas áreas da cidade deixou centenas de mortos.

Diversos bairros da cidade ainda registravam confrontos armados. O presidente do CNT afirmou que os partidários devem agir dentro da lei e manifestou preocupação quanto a ocorrências de atos como saques e outros crimes em nome das forças de resistência a Gaddafi.

Otan não terá papel ativo no país

O ativista Ashour Shamis disse à rede de TV Sky News que o papel militar da Otan (a aliança militar ocidental) vai terminar na Líbia após a saída de Gaddafi do poder, mas a cooperação entre o novo governo e a aliança continuará forte.

Ele afirmou ainda que membros do governo de Gaddafi poderão ocupar cargos na nova administração “se não tiverem cometido crimes”.


Veja Relacionados:  Líbia
Líbia 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping