R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

1 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Internacional/Notícias

Icone de Internacional Internacional

publicado em 25/02/2010 às 12h55: atualizado em: 25/02/2010 às 17h21

Morte de treinadora do SeaWorld foi
provocada por traumatismos e afogamento

Necropsia foi realizada nesta quinta-feira (25); parque aquático cancela shows com orcas

Do R7, com agências internacionais

A morte da treinadora Dawn Brancheau, que foi atacada por uma orca durante uma apresentação nesta quarta-feira (24) no parque aquático SeaWorld, na Flórida (EUA), foi provocada por traumatismos múltiplos e afogamento, de acordo com relatório de perícia divulgado nesta quinta-feira (25) pelo departamento de Polícia do Condado Orange, na cidade de Orlando, na Flórida (EUA).

Jim Solomons, porta-voz departamento de Polícia do Condado Orange, disse que todas as provas colhidas e as declarações de testemunhas indicam ter se tratado de um "trágico acidente".

Testemunhas que estavam no local afirmaram que ela foi atacada pela orca Tilikum, porém autoridades do parque disseram que ela se afogou ao cair acidentalmente no tanque. Victoria Biniak, turista que testemunhou o incidente, afirmou à CNN:

- A orca pegou, foi muito rápido. Depois voltou girando pelo vidro (do tanque), deu um salto, agarrou a mulher pela cintura e começou a sacudi-la com violência. Então a sirene tocou e todos correram.

O parque anunciou nesta quinta-feira (25) o cancelamento dos shows com orcas.

Jim Solomon, porta-voz do condado de Orange, desmentiu as informações da imprensa de que a orca tinha arrastado e atacado a treinadora no tanque:

- Aparentemente, ela caiu e foi fatalmente ferida por uma das orcas.

Tilikum, que significa "amigo" na língua dos índios Chinook, é uma das orcas que participam dos famosos espetáculos com animais marinhos nos parques do Seaworld, que incluem ainda golfinhos e focas. Tilikum vivia no tanque da orca Shamu, que ficou conhecida nos anos 1980. 

O animal já esteve envolvido em outros incidentes, incluindo a morte, em 1991, de um treinador no centro Sealand of the Pacific, no Canadá. O futuro de Tilikum ainda é incerto, mas diretores do parque já disseram que ele não será sacrificado nem devolvido ao oceano, de onde foi retirada com dois anos de idade

Dawn Brancheau tinha 40 anos, era casada, mas sem filhos. A treinadora era uma das mais experientes do SeaWorld Orlando.

Veja vídeo:

 

 

Veja Relacionados:  orca, treinadora, seaworld, parque
orca  treinadora  seaworld  parque 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping