Internacional

9/2/2013 às 19h58

Patriota se reúne com ministro venezuelano para falar sobre cooperação

EFE

Caracas, 9 fev (EFE).- O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, se reuniu neste sábado em Caracas com o chanceler venezuelano, Elías Jaua, para repassar projetos de cooperação, buscar maior integração comercial e apresentar a candidatura brasileira para dirigir a Organização Mundial do Comércio (OMC). "Seguimos com um comércio bilateral dos mais dinâmicos e de grande interesse para o Brasil, e queremos seguir representando uma fonte de benefícios para os dois países", indicou Patriota em entrevista coletiva após a reunião com Jaua, na segunda visita que faz à Venezuela em três meses. O chanceler brasileiro disse que levou a Caracas uma mensagem com o desejo da presidente Dilma Rousseff de que o chefe de Estado venezuelano, Hugo Chávez, internado há dois meses em Cuba, se recupere o mais em breve possível. Com relação aos temas tratados, Patriota indicou que ambos chanceleres examinaram "novas formas de cooperação" na agenda bilateral e como dar um sentido "pleno e amplo" à forma como Venezuela pode fazer valer sua condição de membro pleno do Mercosul. Patriota apresentou, além disso, sua candidatura brasileira à direção geral da OMC. "Queria agradecer a consideração que foi dada a esta candidatura pelo Governo venezuelano", acrescentou. Além disso, repassaram assuntos da agenda internacional como os projetos regionais da União de Nações Sul-americanas (Unasul), a Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac) e a próxima reunião América do Sul-África ( ASA ) que vai ser realizada na Guiné Equatorial nos dias 22 e 23 de fevereiro. Por sua vez, Jaua ressaltou que dedicaram parte grande parte da reunião ao Mercosul. Ambos os dirigentes conversaram sobre os processos de adequação da Venezuela ao órgão após sua aceitação como membro pleno do mercado comum em julho. Outro tema abordado foi o "velho sonho" de integração pelo norte do Brasil e o sul da Venezuela impulsionado pelo ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e a atual governante, e o governante venezuelano Hugo Chávez. "Acho que a ideia é encontrar maneiras de estimular a troca comercial porque há produtos que o norte do Brasil poderia comprar ou ter de parte de exportadores venezuelanos", acrescentou Patriota, ao destacar as possibilidades para o setor privado em cadeias produtivas e desenvolvimento logístico e de comunicações. Jaua destacou a visita de Patriota, que deve se reunir além disso com o vice-presidente, Nicolás Maduro. "É um gesto muito importante que um brasileiro esteja na Venezuela durante o carnaval", disse. EFE jlp/ff (foto)
  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade

Vitrine de ofertas

Compartilhe
Verde-amarelo contagiante

Bandeiras e camisetas do Brasil se espalham pelo mundo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fé proibida

Conheça os países com maiores índices de perseguição religiosa

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!