Internacional

24/3/2013 às 07h12 (Atualizado em 24/3/2013 às 07h39)

Polícia israelense desmantela acampamento de protesto na Cisjordânia

Local foi levantado durante a visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, nesta semana

EFE

A polícia israelense desmantelou neste domingo (24) um novo acampamento palestino de protesto levantado em uma região conflituosa da Cisjordânia e próximo de Jerusalém, que foi levantado durante a visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, nesta semana.

O acampamento foi levantado na área conhecida como E-1, especialmente problemática e da qual se referiu o próprio Obama durante sua estadia. Israel anunciou há alguns meses suas intenções de construir 3.500 unidades de habitação nessa área, um corredor que bloqueia em boa parte a continuidade territorial entre o território da Cisjordânia e Jerusalém Oriental.

Os palestinos pretendem formar um estado independente na Cisjordânia, na Faixa de Gaza e na parte oriental de Jerusalém, territórios que foram ocupados por Israel na guerra de 1967. Cerca de 200 agentes da polícia israelense entraram nas primeiras horas do dia no acampamento e retiraram 40 pessoas num período de meia hora, declarou à Agência Efe o porta-voz policial Miki Rosenfeld.

Na operação ninguém ficou ferido, tanto entre os soldados quanto entre os manifestantes, mas foram feitas três detenções, entre elas a de uma mulher que supostamente atacou um policial, detalhou a fonte.

Os palestinos e ativistas internacionais desenvolveram nos últimos tempos uma nova iniciativa de protesto não violento com a criação deste tipo de acampamentos para protestar pela expansão colonial ou tentar proteger terrenos de uso agrícola.

Cerca de meia dúzia deles foram desmantelados pelas forças de segurança israelenses em diferentes pontos da Cisjordânia. 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!