Internacional

13/11/2012 às 22h07 (Atualizado em 13/11/2012 às 22h07)

Senadores querem ouvir Petraeus sobre ataque em Benghazi

Senadores republicanos e democratas aguardam o depoimento no Congresso do ex-diretor da CIA David Petraeus - que renunciou por um escândalo sexual - sobre o mortífero ataque de 11 de setembro passado contra o consulado dos Estados Unidos na cidade líbia de Benghazi.

"Acredito que ele fará isto. É uma pessoa responsável e acredito que virá" ao Congresso, disse a democrata Dianne Feinstein, que preside o Comitê de Inteligência do Senado.

Feinstein e o líder republicano do Comitê, Saxby Chambliss, se reuniram nesta terça-feira com o diretor interino da CIA, Michael Morell, que chegou ao Capitólio em meio a um importante esquema de segurança.

Petraeus renunciou após a divulgação de seu affaire com sua biógrafa, Paula Broadwell, uma reservista do Exército casada, do mesmo modo que o general.

Apesar do escândalo, os congressistas consideram importante obter o depoimento de Petraeus sobre o que ocorreu em Benghazi, onde morreram quatro funcionários americanos, incluindo o embaixador na Líbia, Christopher Stevens.

O senador republicano Marco Rubio disse que há muitas perguntas sem resposta que espera que Petraeus e a secretária de Estado, Hillary Clinton, possam esclarecer.

mlm/lr

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!