Small-house Faça do R7.com sua página inicial

SIM NÃO

Internacional

12/4/2013 às 00h47 (Atualizado em 12/4/2013 às 10h50)

Seul acredita que Pyongyang não é capaz de fazer mísseis nucleares

Coreia do Norte pode transferir de armas nucleares a mísseis, mas sua confiabilidade seria baixa

EFE

O Ministério da Defesa da Coreia do Sul indicou nesta sexta-feira que não acredita que a Coreia do Norte tenha conseguido reduzir o tamanho de suas ogivas nucleares o suficiente para instalá-las em mísseis, em uma conclusão que diverge do último relatório da inteligência dos Estados Unidos.

— A Coreia do Norte realizou três testes nucleares, mas existem dúvidas sobre se está na etapa em que pode reduzir o peso e diminuir (os dispositivos atômicos) para sua instalação em um míssil.

Em entrevista coletiva em Seul, o porta-voz da Defesa falou sobre o país vizinho. A avaliação do ministério sul-coreano contrasta com a última conclusão da Agência de Inteligência de Defesa dos EUA, divulgada na quinta-feira pelo congressista republicano Doug Lamborn na Câmara dos Representantes.

— Acreditamos com confiança moderada que a Coreia do Norte pode transferir armas nucleares a mísseis balísticos, mas sua confiabilidade seria baixa.

Bombas atômicas da Coreia do Norte ainda são mais fracas que as de Hiroshima e Nagasaki

Em pé de guerra, países da Ásia contam com mais de 500 ogivas nucleares

Lamborn fez a declaração em referência a um relatório confidencial sobre o potencial risco nuclear da Coreia do Norte distribuído a membros do governo e congressistas. Enquanto o regime de Kim Jong-un afirmou que possui mísseis com capacidade nuclear, até hoje a maioria dos analistas e dos serviços de inteligência acredita que o regime carece dos avanços técnicos suficientes para reduzir o tamanho das ogivas até o ponto de poder instalá-las em projéteis.

Em todo o caso, o extremo hermetismo da Coreia do Norte torna impossível verificar com total segurança a capacidade atômica do militarizado Estado comunista. Pyongyang fez até agora três testes nucleares subterrâneos, em 2006, 2009 e fevereiro deste ano, todos eles condenados pela comunidade internacional e objeto de sanções por parte do Conselho de Segurança da ONU.

O que acontece no mundo passa por aqui

Moda, esportes, política, TV: as notícias mais quentes do dia

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
Verde-amarelo contagiante

Bandeiras e camisetas do Brasil se espalham pelo mundo

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Fé proibida

Conheça os países com maiores índices de perseguição religiosa

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Imagens do ano

Entre sorrisos e lágrimas: veja as imagens mais emocionantes de 2013

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Perturbador

Crimes brutais chocaram o mundo em 2013. Veja os casos mais macabros

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Internacional

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!