Tempestades afetam vôos em toda a China e autoridades alertam para enchentes. Assista ao vídeo

Chuvas torrenciais são frequentes em Pequim nos meses de verão

Tempestades varreram Pequim e o sudeste da China, afetando milhares de vôos e inundando cidades
Tempestades varreram Pequim e o sudeste da China, afetando milhares de vôos e inundando cidades Reuters

Tempestades varreram Pequim e o sudeste da China neste sábado (12), afetando milhares de vôos e inundando cidades, enquanto autoridades alertavam que chuva e ventos poderiam causar deslizamentos de terra na área onde ocorreu um terremoto de magnitude 7 esta semana.

Autoridades de Pequim elevaram seu nível de alerta de clima de "amarelo" para "laranja" mais cedo, alertando contra relâmpagos, granizo, vento e chuvas de até 70mm, ameaçando enchentes em áreas montanhosas.

Em telefonema a Trump, presidente da China pede solução pacífica sobre Coreia do Norte

Japão ativa sistema antimísseis após ameaça de Pyongyang

No início da tarde, chuvas retrocederam em algumas partes da capital, mas nove estradas ainda estavam inundadas e 171 locais de turismo estavam fechados, segundo a agência de notícias oficial Xinhua.

No Pequim Internacional, um dos maiores aeroportos do mundo e o mais cheio da China, mais de 1.600 vôos listavam como cancelados desde a meia-noite e mais de 300 estavam atrasados, segundo mostrou o site do Beijing Capital International Airport Co Ltd, instando os viajantes a buscarem atualizações de vôos.

Tempestades torrenciais são frequentes em Pequim nos meses de verão, geralmente causando longos atrasos no aeroporto. Assista ao vídeo que mostra a situação da cidade abaixo: