Mural

Publicado em 16/01/13 às 20h08

Nos últimos meses movimentos sociais passaram a morar em diversos prédios abandonados em São Paulo, inclusivo no doado para abrigar o Instituto Lula. Você acha válido esse tipo de ação para resolver problemas de moradia? Na sua opinião, qual seria a melhor solução?

    1. 16/01/13 | 21h37 Daniel Guimarães disse:

      Acho importante, ainda que seja uma medida paliativa para resolver o problema moral do déficit de moradia na nossa cidade. Ao lado da permissão para ocupação de prédios abandonados, o poder público deveria desenvolver políticas específicas para isso. Devemos lembrar que moradia é um direito essencial consagrado na Constituição Federal.
    2. 16/01/13 | 21h36 Lucas disse:

      Eu acho válido. A melhor solução seria utilizar os prédios abandonados no centro das cidades como moradias populares.
    3. 16/01/13 | 21h26 Felipe disse:

      É muita sacanagem ter gente precisando de teto e prédios abandonados ao mesmo tempo. Bem que a justiça poderia se mobilizar para resolver as pendências e, se for o caso, destiná-los para serem moradias. Só não acho que ficar nesse jogo de gato-e-rato com os invasores resolva alguma coisa (não que eles estejam com 100% da razão também).
    4. 16/01/13 | 21h23 Úrsula Dias disse:

      Acho válido sim a ocupação de prédios abandonados em São Paulo pelos movimentos sociais com o objetivo de fazer pressão para que se resolvam problemas de moradia. Inclusive, acho vergonhoso, em pleno século XXI, a humanidade, e mais especificamente, o Brasil sofrer com essa barbárie. Moradia é básico. Moradia é humano. Moradia é direito. Acorda, país!