Mural

Publicado em 26/11/12 às 19h51

Você acha que eventos de magistrados patrocinados por entidades privadas geram conflitos de interesse?

Recentemente a Associação dos Magistrados Brasileiros promoveu um Congresso de Magistrados em Belém, do Pará. Cerca de mil e 500 magistrados participaram do evento.

Ocorre que uma dessas empresas é a Norte Energia, que constrói a Usina de Belo Monte. Esta sofre 15 ações movidas pelo ministério público e pela defensória pública e um juiz vai julgar a contenda. Na sua opinião, esse patrocínio do Congresso provoca ou não um conflito de interesse? Os juízes vão se sentir confortáveis para julgar ações de empresas que investiram dinheiro no congresso?

Para mais informações sobre o assunto, leia o que Heródoto Barbeiro escreveu sobre o assunto em seu blog.

    1. 13/07/13 | 19h26 paulo salino disse:

      Com certeza ,tudo é feito proposital para que se possa fazer manobras, e ter através destes eventos, alguns conhecimento e perceber através dos contatos e ter como chegar com suas ideias, as aceitações dos seus projetos e como proceder para fazer suas manobras.

    2. 26/11/12 | 22h48 Noemi Buba disse:

      Congressos de Magistrados devem ser custeados pelos respectivos Tribunais. Quem está patrocinando obviamente espera uma reciprocidade. O conflito de interesses é notório.!