Para escapar da prisão, donos da JBS traíram amigos poderosos e vão viver livres nos EUA

O grupo JBS, de Joesley Batista, levou 60 anos para virar de açougue a frigorífico de sucesso, mas foi a partir da proximidade com o poder que o patrimônio da empresa cresceu. Habilidoso, o dono da empresa, gravou por conta própria políticos e os denunciou por corrupção. Mas, apesar de ter pago milhões em propina, conseguiu o benefício de viver livre nos Estados Unidos, onde a empresa tem fábricas. O grupo J&S, a holding que administra todas as empresas do grupo, deve pagar R$ 11 bilhões para continuar a funcionar. A empresa tem até a meia-noite para aceitar a proposta do Ministério Público.

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico

Vídeos

Carregando

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log