Minas Gerais

R7 Minuto a Minuto

Acompanhe o que acontece durante as manifestações em dia de jogo do Brasil em BH

Rodovias de acesso à capital mineira e ruas da cidade são fechadas por protestos

  • 22h39 Polícia Militar afirma que a situação é "tranquila" no centro de Belo Horizonte. A praça Sete continua completamente liberada, com poucos manifestantes ainda nos arredores
  • 22h31 Polícia continua usando carro de som na praça Sete para avisar que está "retirando os baderneiros, os bandidos das ruas".
  • 22h28 Manifestantes que tentaram bloquear a avenida Amazonas, no centro de BH, foram dispersados pela Polícia Militar. A corporação usou bombas de gás mais uma vez.
  • 21h56 Polícia libera o trânsito na praça Sete. O cruzamento das avenidas Afonso Pena e Amazonas, o principal do centro da cidade, volta a receber veículos depois de mais de dez horas de interdição.
  • 21h33 Praça Sete completamente ocupada pela Polícia Militar e sem nenhum manifestante. Foram usadas bombas e tiros de balas de borracha para dispersar o grupo que ocupava o local.
  • 20h55 Polícia tenta dispersar manifestantes que estão na praça Sete, no centro de BH, com bombas de gás. A Tropa de Choque, o GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais) e a cavalaria da corporação estão no local.
  • 20h51 A polícia ainda afirma que "qualquer ação mais brusca, naquele momento, poderia causar pânico nessas pessoas. Além disso, o viaduto que fica na esquina entre as avenidas Antônio Carlos e Abraão Caram estava repleto de pessoas, sendo um local muito sensível à ação de repressão da polícia. Os policiais militares não insistiram em forçar a passagem por este ponto para evitar uma provável catástrofe". Mesmo assim, dois jovens caíram no local.
  • 20h41 Em nota, a Polícia Militar afirmou que "teve dificuldades de atuar de forma ostensiva" para conter os vândalos que faziam depredações na avenida Antônio Carlos "porque havia ali uma grande movimentação de manifestantes pacíficos que não estavam envolvidos nas ações de vandalismo no local".
  • 20h14 Pelo menos 1.000 pessoas já estão na praça Sete, no centro de Belo Horizonte. Os manifestantes que estavam no entorno do Mineirão estão chegando aos poucos ao principal cruzamento da cidade.
  • 20h07 A confusão na praça Sete começou depois de um desentendimento entre dois manifestantes. Um deles correu em direção aos policiais militares que estavam no local e acabou preso. Ele estava sendo perseguido por um grupo que tentava agredi-lo.
  • 20h01 Correria e confusão na praça Sete. Grupo joga garrafas contra a Polícia Militar. Pelo menos duas bombas foram atiradas.
  • 19h57 Manifestantes que voltam da Pampulha para o centro de Belo Horizonte já estão no Complexo da Lagoinha. Eles vão em direção à praça Sete.
  • 19h53 Em novo balanço, Polícia Civil afirma que 24 pessoas foram detidas hoje. Apenas Lucas Campos dos Santos, de 22 anos, continua preso. Ele já tinha passagem por uso de drogas e porte ilegal de arma de fogo.
  • 19h43 Corpo de Bombeiros controla incêndio que ameaça uma loja de material de construção na avenida Antônio Carlos, perto do campus da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).
  • 19h40 Polícia Militar fecha a avenida C, no entorno do Mineirão, para que a Seleção Brasileira deixe o estádio.
  • 19h38 Após tarde de confusão e destruição na região da Pampulha, no entorno do Mineirão, manifestantes voltam para o centro de Belo Horizonte. Cerca de 200 pessoas estão na praça Sete, principal cruzamento da cidade.
  • 19h26 Segundo o governo de Minas, são cinco pessoas feridas na manifestação de hoje. O jovem de 21 anos que está em estado grave depois de cair do viaduto da avenida Antônio Carlos, o rapaz, 23, que levou um tiro de bala de borracha no olho e outras três pessoas que sofreram ferimentos leves.
  • 19h21 Em nota, o governo de Minas informou que 15 vândalos foram detidos até agora em Belo Horizonte. Entre eles, estão dois adolescentes que ajudaram a incendiar a concessionária Kia Motors, na avenida Antônio Carlos.
  • 19h10 Segundo o Corpo de Bombeiros, os incêndios causados por criminosos na avenida Antônio Carlos ameaçam casas na via que dá acesso ao Mineirão. Viaturas tentam controlar os focos.
  • 18h55 Tropa de Choque chega ao local onde bandidos saquearam lojas de veículos e colocaram fogo em motocicletas na Pampulha. Os veículos foram usados para bloquear a avenida Antônio Carlos.
  • 18h53 Depois de roubar várias motocicletas de uma loja na região da Pampulha, bandidos ateiam fogo aos veículos no meio da avenida Antônio Carlos.
  • 18h47 Criminosos saqueiam loja de veículos na região da Pampulha. Rodas estão sendo roubadas. Alguns cobrem o rosto com camisas, outros agem "de cara limpa".
  • 18h44 Polícia usa carro de som para avisar que irá avançar para conter os vândalos que causaram destruição na avenida Antônio Carlos. Corporação pede para os manifestantes irem para casa.
  • 18h29 Mais uma pessoa caiu do viaduto na avenida Antônio Carlos. A vítima foi identificada como Daniel. Ainda não há informação sobre o estado de saúde. Até o início desta noite já são três pessoas feridas em BH. Um jovem de 21 anos caiu do mesmo viaduto e está em estado grave. Um outro rapaz de 23 anos foi atingido no olho por uma bala de borracha.
  • 18h24 Polícia monitora saída de torcedores do Mineirão. Trajeto preferencial é pela Carlos Luz, já que Antônio Carlos continua intransitável. A BHTrans reposicionou os ônibus dos Terminais Copa Confins na Alameda das Palmeiras com Alameda das Falcatas
  • 18h16 Pelo menos duas pessoas ficaram feridas até o fim desta tarde durante a manifestação em Belo Horizonte. Além de Douglas Henrique de Oliveira Souza, de 21 anos, que caiu do viaduto José Alencar, um rapaz de 23 anos foi atingido no olho direito por uma bala de borracha. Os dois estão no Hospital João 23.
  • 18h13 Homens da Força Nacional chegam à concessionária que foi parcialmente incendiada. Vândalos gritam "Adeus, Copa"
  • 18h08 Tapumes colocados por lojistas nas fachadas servem para alimentar o fogo em barricadas. Um posto Shell é invadido e saqueado. PM avisa pelo carro de som que está filmando as ações.
  • 18h07 Bombeiros conseguem entrar nas lojas que foram incendiadas por criminosos na região da Pampulha e começam a controlar as chamas.
  • 18h04 Polícia Militar avisa pelo rádio que vai atacar vândalos e pede para manifestantes que se aproximaram em clima de paz para voltar para casa. Pelo menos 30 pessoas já foram detidas por suspeita de participação nos ataques
  • 18h00 O jovem que caiu do viaduto na Antônio Carlos é Douglas Henrique de Oliveira Souza, 21 anos. Ele teve fratura exposta nos braços e foi atendido com suspeita de traumatismo craniano por bombeiros e levado de helicóptero para o João 23.
  • 17h46 Vândalos conseguiram retirar uma caminhonete de dentro da Kia Motors e a abandonaram na Abraão Caram, onde é destruída. Uma loja do Pampulha Car Shopping foi incendiada , mas os bombeiros não conseguem se aproximar porque o conflito entre o grupo e a PM é intenso. 5,5 mil policiais na Pampulha não conseguem impedir a destruição no entorno do Mineirão.
     
  • 17h44 O jovem que caiu do viaduto José Alencar, na avenida Antônio Carlos, tem 21 anos e foi levado de helicóptero para o Hospital Pronto-Socorro João 23 em estado grave. Leia mais.
  • 17h35 Segundo o deputado Durval Ângelo, que monitora o trabalho da polícia, 20 pessoas foram levadas para a Central de Flagrantes. A DOPCAD recebeu oito adolescentes detidos.

  • 17h34 Um galpão abandonado, vizinho a uma concessionária foi parcialmente incendiado por vândalos. Bombeiros acionados para o local, que fica perto de um posto de combustíveis.
  • 17h28 De acordo com o Corpo de Bombeiros, jovem que caiu do viaduto sofreu traumatismo craniano com exposição de massa encefálica. O estado de saúde da vítima é considerado gravíssimo. Leia mais.
  • 17h26 A série de vandalismos continua na Antônio Carlos. Cerca de 50 pessoas, com o rosto coberto, retira tapumes colocados por lojistas e aproveitam para terminar de destruir as lojas atingidas no último protesto. Pelo menos mais duas concessionárias foram depredadas. Leia mais.
  • 17h13 Jovem é ferido pelo próprio óculos na Pampulha. Ele ficou no meio do fogo cruzado entre PMs e vândalos
  • 17h13 Um jovem ainda não identificado caiu do viaduto José Alencar, na avenida Antônio Carlos. É a quarta pessoa a cair do local desde os início das manifestações em Belo Horizonte. O estado de saúde é considerado gravíssimo
  • 17h04 Enquanto parte dos manifestantes segue pela orla da lagoa da Pampulha, um grupo que entrou em confronto com a polícia na avenida Santa Rosa retorna para a avenida Antônio Carlos, no sentido centro.
  • 16h53 Vândalos invadem uma concessionária na Catalão. PM dispara muitas bombas no encontro da Antonio Carlos com Abraão Caram
  • 16h41 Um fotógrafo foi atingido por um tiro de bala de borracha. Bombeiros prestam atendimento. Não há barreira a avenida Santa Rosa, onde manifestantes relatam a explosão de bombas jogadas pela PM. 
  • 16h38 Três jovens que estariam com o rosto coberto foram detidas pela PM. Quem resiste na Abrahão Caram é recebido com tiros de balas de borracha. Grupos recuam para a Antônio Carlos.
  • 16h31 Pedras voam pela avenida Santa Rosa, onde militares respondem com bombas de gás. O clima é tenso no local, mas não há registro de feridos.
  • 16h28 Um grupo de 50 manifestantes decide subir até a barreira de grades imposta pela PM e é recebido com bombas de gás. Até agora, 14 foram detidos com materiais como bombas.
  • 16h14 Um carro de som orienta os manifestantes a se manterem longe da barreira de proteção. Jovens isolados do grupo avançam e investem com pedras contra a polícia, que responde com bombas
  • 15h59 A orientação da PM é para que os manifestantes não se aproximem da barreira e, por isso, alguns fazem um cordão para impedir a chegada até as grades. Manifestantes insistiram em subir até Abraão Caram e foram recebidos com bombas de efeito moral. O grupo se dispersou sem tumulto.
  • 15h54 Um banheiro do centro de imprensa do Mineirão não aguentou a pressão. Vasos sanitários entupiram e alagaram o local, provocando transtornos aos repórteres.
  • 15h51 Quem ficou na praça Sete aproveita o clima de tranquiliade. Até uma roda de capoeira se formou no coração da cidade, enquanto os ambulantes faturam com a venda de água e cerveja.
  • 15h43 Criticada no último sábado, a Polícia Militar muda a estratégia para acompanhar os manifestantes. As grades de segurança foram posicionadas no mesmo ponto da avenida Abraão Caram, mas os militares do Batalhão de Choque ficam 50 metros atrás da barreira para evitar o confronto.
  • 15h34 Pichação em um dos prédios históricos na praça da Liberdade, na região centro-sul, resume o protesto dos belo-horizontinos que criticam os gastos com as copas das Confederações e do Mundo
  • 15h31 Estudantes fazem rapel em uma passarela na avenida Antônio Carlos. Pelo menos dez se dependuram na estrutura e chamam a atenção de quem segue para o Mineirão.
  • 15h21 Cerca de 1.000 manifestantes continuam na praça Sete, no centro de BH, apesar do deslocamento para a Pampulha. A PM permanece em ruas laterais e não há registro de confrontos.
  • 15h18 Militares que revistavam mochilas no centro de BH foram advertidos pelos superiores após a denúncia de advogados voluntários.
  • 15h15 O Centro Acadêmico do curso de direito da UFMG decidiu pedir de volta uma medalha de honra ao mérito entregue ao governador Antonio Anastasia (PSDB) em 2008. Entenda
  • 15h13 Neste momento, 40 mil pessoas protestam em Belo Horizonte. O movimento começou com 15 mil pessoas na praça Sete e já se aproxima da Pampulha. Dentro do Mineirão, o público esperado é de 55 mil pessoas, e grande parte das cadeiras estão ocupadas.
  • 15h09 A PM confirma a prisão de nove manifestantes nesta tarde em BH. Sete no centro e dois em Venda Nova. Eles foram flagrados com materiais que possivelmente seriam usados em depredações, como pedras e bombas.
  • 15h00 Rodovias ao redor de Belo Horizonte não têm pontos de interdição no momento, segundo a PRF. As pistas foram liberadas por volta das 14h30.
  • 14h44 Manifestantes cercam uma viatura do Gate na avenida Antônio Carlos. Os militares apreenderam uma mochila com conteúdo suspeito e verificam pelo sistema de rádio se o jovem tem passagem pela polícia.
  • 14h35 De acordo com o relato de manifestantes, a PM chegou a revistar a mochila de algumas pessoas ainda na praça Sete, mas foram impedidos pela chegada de um advogado voluntário e informados de que não poderiam realizar a revista.
  • 14h24 Sem problemas no percurso, seleção brasileira chega ao Mineirão por volta de 14h.
  • 14h16 Manifestantes seguem pela av. Antônio Carlos neste momento.
  • 14h13 Todas as rodovias federais que cortam a Grande BH estão liberadas neste momento.
  • 13h59 Ônibus da seleção brasileira deixa o hotel em direção ao estádio.
  • 13h58 Duas mulheres tiraram a roupa na praça Sete em forma de protestos. Muitos fotógrafos e curiosos se aglomeraram para ver a cena.
  • 13h52 Torcedores chegam a pé e começam a lotar o entorno do Mineirão.
  • 13h49 Manifestantes já chegam ao viaduto no Complexo da Lagoinha, para acessar av. Antônio Carlos.
  • 13h42 Na BR-040, em Sete Lagoas, parte da pista foi liberada. Sentido BH/Sete Lagoas continua fechada.
  • 13h25 Manifestantes começam a sair da praça Sete, no centro de BH, em direção à praça da Rodoviária, de onde devem seguir para o Mineirão.
  • 13h24 Protesto começa na BR-040, na altura da Ceasa, em Contagem, na Grande BH. Pista Sete Lagoas/Belo Horizonte interditada.
  • 13h21 Manifestantes fazem assembleia na praça Sete e decidem seguir pela av. Antônio Carlos em direção ao Mineirão.
  • 13h11 Trânsito é liberado na BR-262, em Juatuba.
  • 13h08 Estimativa é que já tenha 5.000 pessoas reunidas na praça Sete.
  • 12h57 Pessoas não param de chegar à praça Sete em Belo Horizonte. Segundo a PM, já são cerca de 1.000 manifestantes no local.
  • 12h50 A PM confirmou que foram colocados gradis de proteção próximos ao bloqueio no entorno do Mineirão para garantir a segurança no local. As estruturas metálicas foram posicionas na av. Abrahão Caram, esquina com av. Antônio Carlos.
  • 12h49 Segundo a BHTrans, o trânsito na av. Antônio Carlos é tranquilo neste momento.
  • 12h34 Um borracheiro foi agredido por manifestantes na BR-381, na altura de Ravena, distrito de Sabará. Ele tentou impedir que os participantes do protesto pegassem pneus do seu estabelecimento para queimar
  • 12h25 Manifestantes liberam trânsito na BR-381, na altura de Ravena, distrito de Sabará, na Grande BH.
  • 12h12 Número de manifestantes já chega a quase 800 na praça Sete.
  • 12h08 Torcedores já estão a caminho do Mineirão. Trânsito na av. Carlos Luz, na Pampulha, já começa a ficar caótico e motoristas encaram fila.
  • 12h06 As rodovias de acesso à BH estão praticamente fechadas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, há pontos de protesto na BR-381, BR-262, MG-424, MG-020 e LMG-808.
  • 12h01 Cerca de 500 manifestantes já começam a se concentrar na praça Sete neste momento. O grupo aguarda pelo protesto que deve reunir aproximadamente 100 mil na capital mineira nesta quarta-feira (26).
Publicidade
Compartilhe
Compartilhe
Belo Horizonte

Traficante arranca cabeça de pedófilo e guarda na geladeira por três meses

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Roubou R$ 10 mil

Assaltante pinta cavanhaque com caneta para tentar se disfarçar em Itajubá

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Um desaparecido

Soterramento em barragem de mineradora mata dois trabalhadores

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
Injúria racial no Facebook

Comentários racistas contra casal fariam parte de grupo organizado

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
Compartilhe
"Aerolindas"

Página de estudante mineira faz sucesso com cliques de comissárias

  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Twitter
  • Compartilhe no Google Plus
  • Últimas de Minas Gerais

  • Últimas de Notícias

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!