Minas Gerais

Advogado fica em estado grave após ser espancado em porta de boate

Câmeras de segurança registraram momento em que ele é atacado 

Do R7 com Record Minas

Vítima ainda tentou entrar na boate, mas foi impedida Record Minas

Mais um flagrante de espancamento na porta de uma boate na região metropolitana de Belo Horizonte foi registrado por câmeras de segurança. Desta vez, um advogado ficou gravamente ferido após ser atacado por um homem na saída de uma casa noturna de Nova Lima. 

O caso aconteceu no último dia 2 de abril. As imagens mostram o momento em que o agressor sai sozinho do estabelecimento e encosta na parede. Pouco depois, ele volta à boate e, em seguida, deixa o local logo atrás da vítima. Ele parte para cima do advogado, que é atingido por um soco. O homem não reage e apanha novamente. 

Na gravação, é possível ver que a vítima ainda tenta entrar na boate para escapar das agressões, mas é impedida pelo segurança. O advogado ainda tenta conversar com o suspeito para entender o que está acontecendo. De repente, dois seguranças aparecem e um deles saca a arma enquanto outro empurra a vítima. 

O advogado da vítima, Rafael Pereira, relatou que um dos vigilantes da boate era policial militar. Mesmo assim, ele acionou a corporação e não impediu a fuga do agressor. 

— Ao meu ver, entendo sim que ele deveria ter dado voz de prisão em flagrante até a chegada da viatura. 

Leia mais notícias sobre Minas Gerais no Portal R7

Recentemente, um caso semelhante terminou em morte em Contagem. O estudante de Direito Cristiano Guimarães, de 23 anos, foi espancado por três homens na saída de uma casa noturna. Entre os suspeitos, estão dois militares da Rotam (Rondas Táticas Metropolitanas). 

A defesa da vítima ressalta ainda que entrou com uma queixa-crime na Promotoria de Justiça de Nova Lima. 

— A intenção é que o Ministério Público represente pela prisão preventiva do autor e que também ofereça denúncia para que ele vá à júri popular. 

O advogado já deixou o hospital. Ele teve o nariz e um dente quebrados e está passando por tratamento psicológico, já que desenvolveu sintomas de síndrome do pânico. 

  • Espalhe por aí:
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!