Criança autista é espancada por monitor em escola de BH

Em vídeo, suspeito dá tapas, puxa o nariz e ameaça o aluno

Mãe da criança contou que o filho apareceu em casa com um dente quebrado
Mãe da criança contou que o filho apareceu em casa com um dente quebrado Reprodução / RecordTV Minas

Vídeos gravados dentro de uma escola municipal de Belo Horizonte mostram um aluno, de 10 anos sendo agredido por um monitor da unidade de educação. Segundo denúncia realizada pela mãe da vítima, o garoto que é autista e tem deficiência mental estava voltando com machucados da escola, com frequência, desde o ano passado.

Nas imagens é possível vê-los em uma aula de informática e o homem dando ordem para que a criança ficasse quieta. Ele puxa o nariz do menino e mais uma vez repete que não é pra mexer em nada.

Assista à RecordTV, ao vivo, pelo R7

Em outro vídeo, o monitor parece morder a orelha do aluno, debruça sobre ele que começa a chorar. Também é possível ver a criança sendo atingida com um tapa no rosto. Em certo momento, o menino está no chão da sala de aula. Ele se arrasta até próximo a alguns colegas. Em seguida, o professor pega o garoto, coloca na cadeira e manda não sair do lugar. Em seguida, faz ameaças:

— Vou levar ele para tomar injeção agora. Aí ele vai ver o que é bom para tosse.

Em mais uma cena de agressão, o suspeito pega as orelhas do aluno. Na sequência, o menino aparece com os braços amarrados sentado no chão de outra sala e o monitor debocha.  Katia Alves, mãe do garoto, disse que essa violência contra o filho começou em dezembro do ano passado. Ela encontrou o menino com a boca machucada e um dente quebrado. A mãe do menino se emociona ao rever as imagens das agressões. E se revolta.

— Acontecia o fato às 11 horas e eles me ligação às 15h30

Kátia registrou um boletim de ocorrência por causa das lesões. Segundo ela, em fevereiro, com o retorno das aulas, o filho voltou a aparecer com machucados e que a escola não socorria o garoto. Segundo a mãe da criança, a direção da escola teve acesso às imagens nessa segunda-feira (7) e demitiu o funcionário no mesmo dia. Segundo a mãe, a equipe disse, ainda, que, a partir de agora, vão cuidar melhor do menino.