Minas Gerais

26 de Novembro de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Acampamento de servidores da saúde na Assembleia Legislativa completa 3 dias

Profissionais só vão desocupar o local quando o Governo apresentar uma nova proposta

Juliana Ferreira, do R7 MG | 12/07/2012 às 06h33

Publicidade

Os servidores da saúde mantêm o acampamento montado na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) desde terça-feira (10). No terceiro dia de ocupação, os grevistas disseram que só vão deixar o local quando o Estado apresentar uma nova proposta.

Apesar de uma reunião agendada com representantes do sindicato da categoria, na tarde desta quinta (12), a Secretaria Estadual de Saúde informou que está aberta a discussões, mas não negocia com funcionários em greve.

Na tarde de quarta (11), os diretores do Sindicato Único dos Servidores da Saúde (Sind-Saúde), Renato Barros e Reginaldo Tomaz, se reuniram com o secretário adjunto de saúde de Minas Gerais, Bruno Avelar. De acordo com Barros, as negociações avançaram pouco e, enquanto isso, a paralisação continua.

Proposta

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais propôs o aumento do valor da Gratificação Complementar (GC), destinada a auxiliares de apoio, técnicos operacionais, profissionais de enfermagem e analistas em gestão e assistência à saúde da fundação. A taxa passará de 20,7% para 30% a partir de agosto deste ano e subirá para 40% em agosto de 2013, alcançando 50% no mesmo mês em 2014. Além disso, está previsto ainda o pagamento do abono de urgência e emergência a todos os profissionais da área e reajuste de 50% do valor já a partir de agosto de 2012.

Os servidores pediram que o aumento da gratificação fosse alterado para 40% em agosto desse ano e 50% para agosto de 2013.

 
Veja Relacionados:  greve, ocupação, assembleia
greve  ocupação  assembleia 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS