Minas Gerais

24 de Novembro de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Certidão de óbito diz que Eliza Samudio foi morta por esganadura na casa de Bola

Documento, feito na quinta-feira (24), já foi anexado ao processo

Juliana Ferreira, do R7 MG | 28/01/2013 às 15h30 | Atualizado em: 28/01/2013 às 20h40
Publicidade

O cartório de registro civil de Vespasiano, na região metropolitana de Belo Horizonte, expediu a certidão de óbito de Eliza Samudio. O documento, que foi feito na última quinta-feira (24) e enviado à Justiça de Contagem, também na Grande BH, aponta que a ex-modelo teria sido morta por esganadura e na casa do ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, que morava no bairro Santa Clara, em Vespasiano.

Ainda conforme o documento, a data da morte de Eliza foi marcada como 10 de junho de 2010. O corpo de Eliza consta na certidão como "insepulto" pois teria sido "ocultado". O horário da morte é "ignorado".

O documento termina ainda citando que a ex-modelo deixou um filho, Bruno Samudio, com quatro meses de vida, sem deixar bens ou inventário conhecido.

Agora, Sônia de Fátima Moura, mãe da ex-modelo, poderá ter acesso ao atestado, dois anos e meio depois de seu desaparecimento. A expedição do documento foi determinada pela juíza Marixa Fabiane Lopes, do 1º Tribunal do Júri de Contagem, no último dia 11.

A juíza se baseou no artigo 63 no Código de Processo Penal e no artigo 7º do Código Civil para que o pedido, formulado pela mãe de Eliza e pelo Ministério Público, fosse atendido.

— No meu coração de mãe, tenho esperança de saber. Gostaria que a Justiça tivesse meios para tirar deles o que foi feito com o corpo. Não quero ter só a certidão de óbito, mas também os restos. Ou, pelo menos, que o assassino conte o que fez com ela, que tenha misericórdia. Tem uma criança que sofre muito e vai sofrer mais ainda por não saber o que aconteceu com a mãe.

Leia mais notícias no R7 MG

Apesar da certdião pronta, o advogado do goleiro Bruno, Lúcio Adolfo da Silva, não há elementos que comprovem a morte de Eliza.

— Quero saber com que elemento a juíza vai se basear para determinar como esta moça morreu. Acredito também que não seja competência dela determinar isso. A verdade é que todo mundo está trabalhando para comprometer a defesa dele.

A Justiça também autorizou a quebra do sigilo bancário do ex-atleta do Flamengo. O Ministério Público quer rastrear a movimentação na conta para saber se Bruno destinou recursos para os envolvidos no sequestro e cárcere da modelo. O período entre janeiro e julho de 2010 vai ser analisado pela acusação — quando Bruno recebia cerca de R$ 250 mil mensais do Flamengo.

No dia 4 de março, Bruno, Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, e Dayane Rodrigues vão a julgamento pelo sequestro e morte da ex-modelo. Em novembro de 2012, Luiz Henrique Romão, o Macarrão, e Fernanda Gomes de Castro foram condenados a 15 e 5 anos de prisão, respectivamente.

Fotos pornográficas de Eliza Samudio provocam debate entre advogados

Macarrão confessa que Bruno decidiu matar Eliza Samudio

 
Veja Relacionados:  certidão de óbito, eliza samudio, expedida, cartório, vespasiano
certidão de óbito  eliza samudio  expedida  cartório  vespasiano 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS