Minas Gerais

18 de Dezembro de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Em dia de decisão de pedido de liberdade, Bruno pode confessar crime em júri

Desembargadores decidem nesta quarta-feira (6) se goleiro cumpre pena em casa

Enzo Menezes, do R7 MG | 06/03/2013 às 00h30
Publicidade

O suspense que já dura quase três anos sobre os detalhes da morte de Eliza Samudio pode terminar nesta quarta-feira (6), a partir das 13h, no Fórum de Contagem, na Grande BH. Neste horário está programado o início do depoimento do goleiro Bruno Fernandes, principal suspeito do crime, em  junho de 2010. 

Se a verdade será conhecida ou se as palavras do goleiro vão expressar um possível acordo entre advogados para diminuir a provável pena, somente os jurados poderão dizer, em seu voto, que deve acontecer somente na noite de quinta-feira (7).  

Saiba tudo sobre o Caso Bruno

Nesta terça-feira (5), após quatro horas de depoimento, a ex-mulher do goleiro, Dayanne Rodrigues, afirmou que Bruno era ameaçado de morte por Eliza,citou o policial civil aposentado José Laureano, o Zezé, pela primeira vez no júri e ainda disse que já teria apanhado do ex-marido diversas vezes.

Habeas Corpus

Os advogados de Bruno apostam no pedido de prisão domiciliar que será julgado na tarde de hoje pela 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. Se o habeas corpus for concedido, o goleiro pode conseguir recorrer em liberdade, ainda que seja condenado pela morte de Eliza Samudio. Na última semana, o desembargador Doorgal Andrada pediu vistas do processo, já que não havia formulado seu voto. O TJ (Tribunal de Justiça) já negou 78 recursos da defesa de Bruno - 68 habeas corpus em dois anos e meio. 

 

 
Veja Relacionados:  Bruno, Julgamento, Eliza
Bruno  Julgamento  Eliza 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS