Minas Gerais

27 de Novembro de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Ex-mulher do goleiro Bruno é absolvida de acusação de calúnia contra delegadas

Juiz considerou que Dayanne Rodrigues não cometeu crime ao escrever carta

Do R7 MG | 24/12/2012 às 15h26
Publicidade

A ex-mulher do goleiro Bruno, Dayanne Rodrigues, foi absolvida da acusação de calúnia contra as delegadas Ana Maria Santos e Alessandra Wilke, que investigaram a morte da modelo Eliza Samudio. A decisão foi divulgada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais no último sábado 22.

Dayanne havia denunciado supostas ameaças e coação por parte das delegadas durante a fase de inquérito. Para isso, escreveu uma carta de próprio punho para a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), enquanto estava presa na região metropolitana de Belo Horizonte.

MP pede absolvição de ex-mulher de goleiro Bruno por acusações de calúnia

Ex-mulher do goleiro Bruno passa por audiência sobre calúnia

Na decisão, o juiz Guilherme Sadi, da 3ª Vara Criminal de BH, considerou que não houve provas ou intenção (dolo) de cometer um crime contra as policiais.

— Uma decisão condenatória, pela gravidade de seu conteúdo, deve estar sempre calcada em certeza e provas seguras, o que, definitivamente, não se verifica no caso.
O Ministério Público pediu a absolvição de Dayanne, já que, em depoimento, ela afirmou que foi coagida pelo advogado Ercio Quaresma a redigir o documento. O ex-defensor da mulher de Bruno sempre negou que a tenha forçado a escrevê-lo.

A Justiça confirmou que a carta foi escrita por Dayanne, mas afastou a ocorrencia de crime, já que ela não saiu do presídio sem autorizaçao. A decisão, por ser de primeira instância, está sujeita a recurso.

 
Veja Relacionados:  bruno, dayanne, absolvição
bruno  dayanne  absolvição 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS