Minas Gerais

24 de Outubro de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Gêmeos que agrediram menino devem responder por lesão corporal seguida de morte

Inquérito deve ser finalizado no final desta semana

Márcia Costanti, do R7 MG | 25/02/2013 às 10h40
Publicidade

Os irmãos gêmeos de 12 anos que agrediram Kaique Lucas Antero, de oito anos, devem responder por lesão corporal seguida de morte, segundo o delegado responsável pelo caso, Bruno Afonso.

Afonso aguardava o desfecho do estado de saúde da criança, que morreu na última sexta-feira (22), para finalizar as investigações. Segundo ele, o inquérito deve ser concluído até o final da semana.

— Agora vamos acrescentar o laudo do IML apontando a causa da morte e concluir o indicamento, apontando os autores.

Leia mais notícias no R7 MG

Gêmeos afirmam que agressão foi acidental

Ainda de acordo com o delegado, a punição dos irmãos deverá ser definida de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente. Quanto à mãe dos menores, que alegou que só ficou sabendo da agressão depois que a mãe da vítima a procurou, Afonso afirma que até o momento não há indício de omissão. No entanto, até que as investigações terminem, ela ainda por ser indiciada.

O caso

O garoto escondeu a agressão por cerca de uma semana, mas, depois de ter uma crise convulsiva, foi internado. Ele passou por uma cirurgia para "descompressão" cerebral após uma hemorragia interna.

A briga teria acontecido enquanto ele brincava na rua com os dois meninos atrás da rua de sua casa. Segundo a mãe do menino, Maria Aparecida Souza, ele voltou para casa com uma marca roxa no olho. Questionado, Kaíque alegou que tinha se machucado com um pedaço de cana.

 
Veja Relacionados:  menino, lesão corporal, morte, gêmeos, espancado
menino  lesão corporal  morte  gêmeos  espancado 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS