Minas Gerais

28 de Julho de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Julgamento de integrantes da Galoucura acusados de matar cruzeirense é adiado

Ministério Público não aceitou novos materiais apresentados pela defesa

Márcia Costanti, do R7 MG | 13/11/2012 às 11h18
Publicidade

Foi adiado o julgamento de seis dos 12 integrantes da torcida organizada Galoucura, que seria nesta terça-feira (13). O grupo respondia pela morte de um cruzeirense na porta de uma casa de eventos na região centro-sul de Belo Horizonte em 2010.

Segundo a assessoria de imprensa fo Fórum Lafayette, onde aconteceria a sessão, a defesa apresentou novos materiais, que não foram aceitos pelo Ministério Público. A nova data do júri foi marcada para 30 de janeiro de 2013 pelo juiz Glauco Eduardso Soares Fernandes, que conduzia o julgamento de hoje.

Veja mais notícias no R7 MG

Segundo Dino Miraglia Filho, que representa os seis envolvidos que iriam hoje à júri popular, a estratégia da defesa seria contestar a identificação de seus clientes por meio das imagens de câmeras de segurança. O vídeo mostra o momento em que Otávio Fernandes, de 19 anos é assassinado. Filho afirmou que a esperança era que "o júri reconheça que não são eles que aparecem nas imagens, que eles não foram identificados pelas testemunhas e que coloquem fim a esse processo".

Acusados

Estavam no banco dos réus nesta terça-feira (13), Marcos Vinícius Oliveira de Melo, o Vinicin, Cláudio Henrique Souza Araújo, o Macalé e João Paulo Celestino Souza, que são acusados de homicídio qualificado, tentativa de homicídio e formação de quadrilha. Os outros três são Eduardo Douglas Ribeiro Junior, Josimar Junior de Sousa Barros e Windsor Luciano Duarte Serafim, que respondem pelo crime em liberdade.

Membros da Galoucura acusados de matar cruzeirense vão à júri popular nesta terça-feira

O crime

Imagens das agressões que mataram Fernandes foram gravadas pelas câmeras de segurança de um shopping. Um grupo de torcedores atleticanos que saía de uma casa de eventos na av. Nossa Senhora do Carmo, região centro-sul de Belo Horizonte, onde acontecia um evento de vale-tudo, foi filmado agredindo a vítima.

Fernandes foi espancado com barras de ferro e placas de sinalização de trânsito. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu. De acordo com o inquérito da Polícia Civil, outros três torcedores cruzeirenses também foram agredidos, mas sobreviveram.

Ao todo, 12 pessoas são acusadas do crime. A outra metade dos acusados ainda terá a data do julgamento definida pela Justiça.

Tudo que você precisa saber agora está a um clique de distância: nova home do portal R7.

 

 
Veja Relacionados:  julgamento, galoucura, cruzeirense, adiado, júri
julgamento  galoucura  cruzeirense  adiado  júri 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS