Minas Gerais

23 de Agosto de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Mineira que sobreviveu a incêndio da boate Kiss recebe alta e vai ser acompanhada por psicólogo

Segundo madrinha, Ludmila Mendonça, de 26 anos, não deve voltar a MG

Do R7 MG | 09/02/2013 às 00h30
Publicidade

A mineira que sobreviveu ao incêndio que matou 238 pessoas na boate Kiss em Santa Maria (RS), Ludmila Mendonça, de 26 anos, recebeu alta do hospital onde estava internada na tarde desta sexta-feira (8), em Porto Alegre, na capital gaúcha.

Segundo a madrinha da vítima, Ivete Piva, Ludmila recebeu alta para deixar o hospital por volta das 16h, onde estava acompanhada por familiares. Ainda de acordo com Ivete, a jovem não deverá voltar à terra natal, Nepomuceno, no sul de Minas, e foi direto para casa, em Santa Maria, onde mora com o marido, o dentista Lucas Marcovig, de 29 anos — que conseguiu sair ileso do incêndio na boate — e com a filha.

— Ela está bem. Se recuperou bem. Agora é só tratar o lado psicológico. Vão ser dias e dias para tirar isso [o trauma] dela.

Durante a internação, Ludmila chegou a ser sedada pela equipe médica por estar muito agitada e acreditando ainda estar no incêndio. Conforme a madrinha, o próprio governo providenciou uma equipe que irá acompanhar a afilhada, que trabalha na clínica odontológica do marido. 

Um conterrâneo do casal, o dentista Allison Prado, também sobreviveu ao incêndio na boate.

Leia mais notícias no R7 MG

Banda pode ser indiciada por homicídio após tragédia em Santa Maria

Quatro mineiros escapam de boate e sobrevivem a tragédia de Santa Maria

Sócios da Kiss e músicos têm comida especial para evitar envenenamento na prisão

Mineiro

Outro mineiro que acabou internado após o incêndio na boate, Túlio Gustavo Fernandes, de 22 anos, recebeu alta na quarta-feira (6). O rapaz seguiu direto para Machado, também no sul de Minas, e terá que ser acompanhado por um médico, já que o pulmão dele ainda está afetado pela fumaça tóxica.

Fernandes chegou a se manifestar através de uma rede social após o incêndio, dizendo que os seguranças da casa de shows "foram heróis" e que "alguns até morreram para poder salvar pessoas que eles nunca viram na vida".

 
Veja Relacionados:  mineira, tragédia, boate, kiss, alta, hospital, ludmila, incêndio,
mineira  tragédia  boate  kiss  alta  hospital  ludmila  incêndio 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS