Minas Gerais

1 de Setembro de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Noiva de Bruno entra em área reservada e dá beijo em goleiro

Avó de Macarrão também recebeu autorização para abraçar o neto

Ramon Guerra e Enzo Menezes, do R7 MG | 21/11/2012 às 15h31

Publicidade

A noiva do goleiro Bruno, Ingrid Calheiros, se aproveitou do término do segundo dia de julgamento do jogador, nesta terça-feira (20) e de outros dois acusados julgados no caso Eliza Samudio para matar um pouco da saudade.

Logo após o anúncio do fim da sessão, por volta das 18h, Ingrid foi até o banco dos réus e entrou na área reservada aos participantes do júri. Em seguida, ela deu um beijo no goleiro. O casal trocou alguns carinhos e, bem próximos, também conversaram em voz baixa durante cerca de um minuto.

A atitude de Ingrid foi tomada pouco tempo depois da juíza Marixa Fabiane Lopes aceitar um pedido da avó de Luiz Henrique Romão, o Macarrão, que, através de um dos advogados do réu conseguiu autorização para dar um abraço no neto. Vestida de preto, a idosa conseguiu abraçar o réu, que não conteve a emoção e chorou.

Leia mais notícias no R7 MG

"Nem te conheço, parceiro", diz Bruno a testemunha de acusação

Testemunha discute com advogado de Bruno e provoca risadas no júri

Novo advogado de Bruno sugere confissão de crime e aposta caixa de cerveja

Dia atípico

Além dos abraços, ontem também foi um dia atípico para os dois réus, já que tanto Bruno quanto Macarrão se manifestaram pela primeira vez durante o júri. Em ambos os casos, os dois se exaltaram durante o depoimento do detento Jaílson Oliveira, arrolado pela acusação.

No caso de Macarrão, a manifestação aconteceu no momento em que o detento disse que ele seria o comandante do tráfico de drogas no bairro Liberdade, em Ribeirão das Neves, na Grande BH. Bastante agitado, o réu, boquiaberto, parecia não acreditar no que ouvia.

Pouco depois, enquanto Oliveira respondia sobre supostas ameaças que teriam sido feitas por Bruno dentro do presídio na última terça-feira (13), o goleiro não conseguiu conter uma exclamação.

— Eu nem te conheço, parceiro.

Nesta quarta-feira (21), o julgamento de Bruno sofreu mais uma reviravolta e foi adiado para o dia 4 de março de 2013. Nesta data, também serão levados novamente a júri popular a ex-mulher do jogador, Dayanne Rodrigues, e o ex-policial civil Marcos Aparecido de Souza.

Tudo que você precisa saber a um clique de distância: nova home do portal R7

 
Veja Relacionados:  noiva, ingrid, bruno, área reservada, fórum, júri, caso bruno, eliza samudio,
noiva  ingrid  bruno  área reservada  fórum  júri  caso bruno  eliza samudio 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS