Minas Gerais

19 de Setembro de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Porta trancada em agência bancária revolta cadeirante em BH

Funcionários levaram 40 minutos para destrancar cadeado

Do R7 MG, com Record Minas | 08/02/2013 às 16h55
Publicidade

Uma dona de casa levou uma hora para conseguir entrar em uma agência da Caixa Econômica Federal no centro de Belo Horizonte. Cadeirante, ela foi impedida de conseguir atendimento porque a porta destinada a pessoas com deficiência, na rampa de acesso, estava trancada com cadeado. Tatiane Gomes filmou o descaso e deve acionar o banco na Justiça, já que a gerente chegou a se oferecer para sacar o dinheiro.

— Eu falei que não, que era direito meu de cidadã de receber e pagar minhas contas. Com tanta saidinha de banco eu vou ter que ser atendida do lado de fora porque o portão estava fechado e por causa de má vontade dos funcionários para resolver meu problema? É de indignar.

Após 40 minutos, o portão foi aberto. Antes, funcionários tentaram carregá-la, mas ela se negou. A mãe da dona de casa, Angela Gomes, defende a filha.

— Ela não aceitou com toda razão porque a cadeira é o corpo do deficiente, quem toca na cadeira está tocando no corpo. Então é um direito não querer que a carreguem.

A lei nº10.098/00 garante acessibilidade de forma independente e segura a pessoas com deficiência. A agência não se manifestou sobre o caso.

 
Veja Relacionados:  agência, banco, dinheiro, cadeirante, descaso
agência  banco  dinheiro  cadeirante  descaso 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS