Minas Gerais

25 de Outubro de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Preso diz que goleiro Bruno "tem frigobar, toma uísque e cheira cocaína" na prisão

Segundo ele, atleta recebe uma série de regalias na Penitenciária Nelson Hungria

Do R7 MG com Record Minas | 01/03/2013 às 08h27
Publicidade

Depois de fazer denúncias de espancamento e ameaças de nova rebelião na Penitenciária Nelson Hungria, um preso que está no local há 22 anos, ainda deu detalhes sobre como seria a vida do goleiro Bruno Fernandes, acusado da morte de Eliza Samudio, na prisão. Segundo ele, o jogador recebe várias regalias.

— O cara tem frigobar dentro da cela dele. O cara tem DVD dentro da cela dele, toma uísque, cheira cocaína, come do bom e do melhor. [...] Ele não come a comida da cadeia, vai na farmácia todo dia.

Leia mais notícias no R7 MG

Funcionários teriam acobertado entrada de drogas em presídio, admite subsecretário

O presidiário ainda negou que Bruno trabalhe na lavanderia da unidade, argumentando que "nós nunca vimos ele trabalhando". Ainda de acordo com o detento, Bruno ficaria "vestido dentro da cela de tênis de marca, bermuda de marca, camisa de marca". Ele ainda falou sobre o julgamento do jogador, marcado para a próxima segunda-feira (4).

— Se preparem os policiais porque nesse julgamento aí, eu vou falar com o senhor. Vai ter muito bandido de lugar diferente, lugar longe daí, vigiando o fórum de Contagem.

Um dos advogados de defesa do goleiro, Thiago Lenoir, negou as declarações dadas pelo detento. Ele classificou a entrevista como "especulação" sobre a vida de seu cliente.

— Este aí é mais um querendo aparecer. O Bruno é um preso comum, como qualquer outro. Isso não tem fundamento nenhum

Em nota, a Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi), afirmou que Bruno “não tem nenhum tipo de tratamento diferenciado dos outros presos do Complexo Penitenciário Nelson Hungria. Ele usa o uniforme do sistema penitenciário, come a mesma comida servida para os presos e na cela não há nenhum tipo de objeto, equipamento ou utensílio que não seja permitido”.

O órgão ainda ressaltou que o goleiro continua trabalhando na lavanderia da penitenciária.

 
Veja Relacionados:  detento, goleiro Bruno, frigobar, uísque, cocaína, regalias
detento  goleiro Bruno  frigobar  uísque  cocaína  regalias 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS