Minas Gerais

16 de Abril de 2014

Você está em:

Notícias

Notícias

Três fortes tremores de terra assustam moradores de Montes Claros

Uma casa foi destelhada; Corpo de Bombeiros recebeu mais de 500 chamados

Juliana Ferreira, do R7 MG | 19/12/2012 às 06h35

Publicidade

Três tremores de terra em menos de meia hora assustaram os moradores de Montes Claros, no norte de Minas, na madrugada desta quarta-feira (19). A varanda de um casa desabou durante os abalos, e o Corpo de Bombeiros recebeu mais de 500 chamados. Segundo o órgão, o telefone de atendimento à população ficou congestionado.

O primeiro abalo foi sentido por volta das 03h. Os outros dois ocorreram em um intervalo de 20 minutos. Quatro pessoas que dormiam em uma casa foram surpreendidas com a queda da varanda. Quando o dono do imóvel, Paulo Pereira dos Santos, acordou, viu o telhado no chão.

Leia mais notícias no R7 MG

Grande parte da cidade ficou sem energia. Com medo, muitos moradores foram paras as ruas. Temendo desabamentos, um grupo de trabalhadores colocou colchões na calçada.

Rachaduras provocadas por tremores anteriores em imóveis foram aumentadas. Em maio deste ano, um abalo de 4.2 na escala Richter, um dos maiores registrados no Brasil, deixou várias famílias desabrigadas e desalojadas.

O chefe da Defesa Civil de Montes Claros, Mattson Malveira, confirmou que 174 tremores de terra foram registrados na cidade somente neste ano. A intensidade do abalo desta madrugada ainda não foi divulgada.

 

Quer saber todas as notícias do momento e os bafões dos famosos? Então, clique aqui!

 

 


 
Veja Relacionados:  tremores de terra, montes claros, casa destelhada
tremores de terra  montes claros  casa destelhada 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS