• Twitter Created with Sketch.

Minas Gerais

Vereador suspeito de estuprar seis crianças é afastado do cargo

Carlos Anderson da Silva foi o legislador mais votado da cidade

Do R7 com RecordTV Minas

De acordo com a polícia, crimes aconteciam na casa do suspeito
De acordo com a polícia, crimes aconteciam na casa do suspeito Divulgação / Polícia Civil de Minas Gerais

Legisladores da Câmara Municipal de Carmo do Cajuru, na região centro-oeste de Minas Gerais, votaram pela cassação do mandato  do vereador Carlos Anderson da Silva (PDT), suspeito de estuprar, ao menos, seis crianças da cidade. O parlamentar, também conhecido como Carlos da Rádio, foi preso pelos crimes em março deste ano, após a polícia receber denúncias e começar a investigar o caso.

A decisão dos legisladores foi unânime, contando com o voto dos 11 parlamentares, nessa quarta-feira (14).   No início das investigações, a polícia ouviu as possíveis vítimas. Na época, o delegado responsável pelo caso informou que todos elas relataram com riqueza de detalhes e coerência os abusos acontecidos. De acordo com a polícia, todas as vítimas eram carentes e Silva as convidada para ir à casa dele nadar, como desculpa para cometer os abusos.

Minas Gerais se prepara para o desligamento do sinal analógico de TV. Saiba o que deve ser feito para receber o sinal digital.

O suspeito, eleito como o vereador mais votado nas últimas eleições, exercia o primeiro mandato. Ele é dono de uma fundação que mantém, há 35 anos, uma rádio comunitária. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e existem suspeitas de que ele tenha feito mais vítimas na cidade.

  • Espalhe por aí:
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log