Publicidade
Encontre uma Edição
DOM SEG TER QUA QUI SEX SAB
30 01 02 03 04 05 06

Notícias

Publicado em 14/03/2012, às 21:05 :: atualizado em 14/03/2012, às 21:07

Repórter Record desta semana mostra operação do Ibama pelo sertão brasileiro

mcecarvalho

Neste domingo (18) no Repórter Record, Marcelo Rezende mostra os bichos que não cometem crime, mas acabam sentenciados à uma vida atrás das grades. Como distinguir um traficante de animais silvestres de um sertanejo simplesmente acostumado culturalmente a caçar? Será que existe mesmo uma diferença da lei?

A equipe do jornalístico teve acesso exclusivo a uma operação do Ibama pelo sertão brasileiro. Os repórteres do Repórter Record rodaram mais de seis mil quilômetros em 20 dias, acompanhando os agentes ambientais e desvendando o esquema "formiguinha" por trás do tráfico, que só perde em rentabilidade para o comércio ilegal de drogas e de armas.

Pássaros raros, galos para rinha, macacos e onças. Centenas de bichos torturados em cativeiro são apreendidos pelo Ibama e devolvidos à natureza, numa cerimônia emocionante. Como levar a uma população carente, habituada a caçar e prender animais, a noção de consciência ambiental, a percepção de que os bichos pertencem à natureza e não ao homem?

E ainda neste domingo, o programa mostra o imprevisto no caminho da caravana do Ibama que se transforma em um dilema de vida ou morte para os agentes.

Não perca! É neste domingo (18) no Repórter Record, logo após o Domingo Espetacular.

Comente

    1. Eloise Gonzalez disse: 19/03/12 ás 00:09

      Nossa, acabei de ver o programa sobre os fiscais do IBAMA combatendo o trafico de animais e fiquei muito emocionada. Como o ser humano pode ser capas de fazer isso com os animais??? Me deu até vontade de trabalhar no IBAMA. AMEI O PROGRAMA!
    2. jose disse: 19/03/12 ás 00:10

      entao vi o reporter record,a prisao tem q ser igual de traficante de drogas....animias sao da natureza e nao do homem
    3. Bruna disse: 19/03/12 ás 00:10

      pena de morte
    4. Geisa disse: 19/03/12 ás 00:11

      Para trafico de animais eu daria 30 anos de prisão sen direito a recorrer ou pagar fiança ficar preso para sentir o que um animal indefeso sente !!!Boa Noite
    5. Luiz Fernando X Da Silva disse: 19/03/12 ás 00:11

      Parabéns pela reportagem. Uma das únicas maneiras de se fazer algo, é tentando conscientizar as pessoas sobre essa situação. É utópico achar que isso vai acabar, mas cada um fazendo um pouquinho, é melhor do que nada ser feito.
    6. Fábia Nobre disse: 19/03/12 ás 00:11

      estou assistindo a reportagem que está muito boa, sinto vergonha por morar em Eunápolis e saber que existe muito trafico aqui. gostaria de saber o numero que possa denunciar essas pessoas. Até mesmo pelo facebook. Agradeço ao programa por exibir esta matéria, pelo menos estamos tentando combater estes crimes.
    7. wanderson rodrigues fernandes disse: 19/03/12 ás 00:12

      bom,o bom da record é isso expressar a realidades em cada reportagem mostrando o cotidiano de tudo,até os sofrimentos de cada animal que sofre sem ter culpa de nada sem cometer qualquer erro....
    8. carolina disse: 19/03/12 ás 00:13

      Sabe o que tinha que fazer já que a lei não ajuda em nada ( é uma pouca vergonha ) fazer gaiolas de metal colocar estes infelizes dentro e deixá-los. para eles saberem a dor que os animais sentem. Palhaçada aquele imbecil dar risada da multa que deram para ele. ahhhhh mas eu queria é dar risada é dele preso num cativeiro isto sim.... infelizmente o mundo devia acabar. muita injustiça e maldade em tudo .
    9. anderson disse: 19/03/12 ás 00:14

      Apena que eu daria, deichava a pessoa presa por 2 anos, sendo que todos os dias escrevesse uma redação, cuja o tema fosse EU AMO OS ANIMAIS!.
    10. winner santana disse: 19/03/12 ás 00:14

      Òtimo, perfeito, gostaria de parabeniza-los pelo trabalho, deveriam realizar esse trabalho mais vezes e se possível um trabalho maior de conscientização da população. Muito obrigado se puderem estaremos a disposição. Winner Santana Silva manejo e soltura CETAS-GO
    11. MARCIO BORGES disse: 19/03/12 ás 00:14

      O QUE SERA QUE OS POLITICOS FAZEM ALEM DE ROUBAR?? JA QUE TAO LA SEM FAZER NADA, PELO MENOS DEVERIAM FAZER LEIS QUE FUNCIONEN, NAO SO A PALAVRA "LEI" PREVALECER O CRIME, PASSARO LIVRE SIM, PRISÃO, NÃO......MORREREI SEM ENTENDER PORQUE NO BRAZIL SE PODE TUDO , E SEMPRE E LIVRE,, CADEIA PRA QUEM FAZ CONTRABANDO DE PÁSSAROS, SE TIVESSE PUNIÇÃO DE VERDADE, OUTROS NAO FARIAM POR MEDO,,brazil!!! mostra tua cara.......
    12. Raimundo Nonato Ferreira disse: 19/03/12 ás 00:15

      Como votar que pena deveria se dar aos traficantes de animais silvestre? As autoridades já sabem o que fazer e não fazem. Mais agentes do ibama, fazer cumprir a lei, leis mais severas, uma campanha federal para moralizar. Moro em Fortaleza, todos os domingos tem uma feira na lagoa da Parangaba, todos os domingos tem animais e pássaros silvestres sendo vendidos e comercializados, e aí, vai me dizer que o Ibama não sabe, que os órgãos competentes não têm conhecimento do fato... A quem interessa que issso não seja resolvido?
    13. Angelica Monteiro disse: 16/04/12 ás 01:06

      A reportagem exibida mostra apenas a ponta de um imenso iceberg que movimenta muito dinheiro , não apenas para garantir a "sobrevivência de um "coitadinho". O tráfico de animais silvestres é tão rendoza qto o de drogas ou armas. Dai talvez o pouco interesse em erradicá-lo. As Leis/penas, devem ser mais duras, de fato , já que as atuais servem de "incentivo" para aueles que praticam o pior dos crimes, ou seja, com os mais fracos/indefesos que nem voz tem para gritar por socorro! Esses criminosos que maltratam os animais deveriam ficar preso literalmente por um período médio, num local bem pequeno, bem parecido com as gaiolas em que trucidam , sem a menor dor de consciência, todos os animais contrabandeados. Ai, sim, sendo olho por olho, dente por dente, queria ver se continuariam fingido-se de inocentes. Duvido!Mas enqto nada é feito, assistimos essa imensa matança e crueldade de camarote.Belo exemplo o Brasil está dando!