Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

12/2/2014 às 11h33 (Atualizado em 12/2/2014 às 12h36)

Em guerra, região da Praça Seca registra terceira morte em dois dias

Moradores fizeram novo protesto na noite de terça-feira

Do R7

Um homem foi morto e outro ficou ferido após serem baleados por dois suspeitos em uma moto na noite de terça-feira (11) na Praça Seca, em Jacarepaguá, zona oeste do Rio. Segundo a Polícia Militar, por volta das 20h, as vítimas estavam sentadas na calçadas quando os atiradores se aproximaram e efetuaram os disparos.

As vítimas foram identificadas como Guilherme José Pedro, de 31 anos, morreu na hora. Leonardo José Fernandes, 29, foi levado e socorrido no hospital Carlos Chagas, mas não há informações sobre o estado de saúde.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídio. Ainda não se sabe das identidade dos suspeitos.

Moradores realizaram o primeiro protesto contra violência na região

Na noite de segunda-feira (10), dois jovens foram mortos. Identificados, Gleberson e Alan foram tidos como suspeitos de tráfico, mas amigos e vizinhos negaram. Eles disseram que os rapazes carregavam peças de moto e acreditam que policiais tenham confundido com fuzis.

As mortes geraram comoção e moradores da região fizeram protesto na noite de terça-feira (11). Ao mesmo tempo, um intenso tiroteio foi registrado na favela Bateau Mouche, que também fica na Praça Seca.

Este seria o primeiro protesto dos moradores contra violência na região. Manifestantes incendiaram um ônibus na rua Cândido Benício. As duas pistas da rua Cândido Benício ficaram interditadas até às 8h30. Não houve feridos. Um banheiro químico também foi incendiado no meio da via.

O Bope e o Batalhão de Choque foram acionados para reforçar a segurança no local.

 

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!