R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

27 de Maio de 2016

Notícias

Multidão acompanha enterro de soldado
PM morta em ataque no Alemão

Fabiana foi sepultada com honras militares em Valença, sul fluminense

Do R7 | 25/07/2012 às 09h45 | Atualizado em: 25/07/2012 às 10h07

Publicidade

O enterro da policial militar Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, morta em ataque de bandidos à sede da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Nova Brasília, no Complexo do Alemão, na noite de segunda-feira (23), foi acompanhado por uma multidão, na manhã desta quarta-feira (25), em Valença, no sul Fluminense.

Centenas de pessoas compareceram ao sepultamento da soldado. As ruas no entorno do cemitério do Riachuelo, no centro da cidade, ficaram lotadas e quando o caixão entrou carregado na capela para o velório foi feita uma salva de palmas. Pétalas de rosas foram despejadas de um helicóptero da PM.

Autoridades estavam presentes, entre elas o comandante-geral da corporação, coronel Erir Ribeiro Costa Filho. A irmã de Fabiana, a também policiail militar Luciana Souza, cabo do Batalhão de Piraí (10º BPM), também acompanhou o enterro muito abatida.

No início da noite de terça, o relações-públicas do Bope (Batalhão de Operações Especiais), major Ivan Blaz, informou que os policiais do batalhão continuarão dando apoio aos PMs das UPPs do Complexo do Alemão até que sejam concluídas as investigações. Blaz também informou que os agentes continuam procurando por suspeitos. Por volta das 18h, o Disque-Denúncia (2253-1177) informou que havia recebido 17 ligações sobre o ataque de traficantes à base da UPP Nova Brasília.

Ainda de acordo com Blaz, cinco suspeitos haviam sido detidos até a noite de terça-feira. Eles foram conduzidos para a Delegacia de Bonsucesso (22ª DP). O crime acontece quase um mês após a total saída do Exército, que ocupou o Alemão em novembro de 2010.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado divulgou nota pedindo que a população denuncie os autores do crime. "Convocamos a população dos complexos do Alemão e da Penha e do Morro do Adeus/Baiana a colaborar com a Polícia Militar, através do Disque-Denúncia e do 190, fornecendo informações que possam levar à localização e prisão dos criminosos responsáveis pela morte da soldado Fabiana", diz o comunicado.

A pasta "lamenta profundamente a morte da soldado" e diz que "colocou as forças policiais do Rio de Janeiro na missão de prender os responsáveis pela morte". Ainda segundo o comunicado, "o processo de pacificação seguirá o curso previsto na região, até que esteja consolidada a reconquista de território dessas comunidades, com sua devolução completa e pacífica à cidade".

Já foram instaladas três UPPs no Complexo do Alemão (Nova Brasília, Fazendinha e Alemão), a UPP Adeus/Baiana e mais duas UPPs no Complexo da Penha (Fé/Sereno e Chatuba). Em breve, conforme a secretaria, serão inauguradas mais duas UPPs no Complexo da Penha: Parque Proletário e Vila Cruzeiro.

Assista aos vídeos:


Veja Relacionados:  Corpo, policial, morta, ataque, UPP, Alemão, enterro
Corpo  policial  morta  ataque  UPP  Alemão  enterro 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS