R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

27 de Maio de 2016

Notícias

Corredor expresso de ônibus da Transoeste vai
retirar 26 linhas de circulação entre Santa Cruz e Barra

Primeira fase do BRT começa na 4ª; passageiros poderão fazer até três viagens por R$ 2,75

Evelyn Moraes, do R7 | 02/06/2012 às 13h30 | Atualizado em: 04/06/2012 às 13h05
Publicidade

O corredor expresso BRT (Bus Rapid Transit), que vai ligar Santa Cruz a Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, vai tirar 26 linhas convencionais de circulação entre os bairros. A primeira fase, que será apenas para adaptação dos usuários, vai começar na próxima quarta-feira (6), entre as estações Pingo D’água e Alvorada, com 11 veículos. Nesta etapa, serão abertas nove estações e o  serviço funcionará fora dos horários de pico (entre 10h e 15h), de domingo a segunda-feira.

Segundo o secretário municipal de Transportes do Rio, Alexandre Sansão, não há um prazo definido para os ônibus convencionais pararem de circular.

- Os ônibus permanecerão circulando até que todo o sistema seja implantado. A nossa estratégia é manter este serviço até que ele não seja mais necessário, até que as pessoas estejam adaptadas ao BRT.

O prefeito Eduardo Paes fez questão de frisar que o corredor expresso só estará funcionando completamente em dois meses e que esta primeira fase é um período de adaptação.

- O processo será implementado aos poucos para que o usuário entenda como funciona o BRT. Por isso, faremos o trabalho de forma gradual, para que tudo seja feito com muita segurança.

Segundo a prefeitura, o intervalo estimado entre os ônibus articulados da linha Pingo D’água-Alvorada (serviço parador) nesta fase de adaptação será de 10 minutos.

Os ônibus, que receberam o apelido de Ligeirões, vão trafegar em vias exclusivas. A estimativa é de que o tempo da viagem entre a Barra e Santa Cruz, que atualmente é de duas horas e meia , seja  reduzido pela metade, em aproximadamente uma hora.

O serviço atenderá cerca de 120 mil passageiros por dia. No total, serão 116 veículos em toda a zona oeste, sendo 91 apenas para Santa Cruz. Os ônibus do BRT vão substituir os 251 que circulam atualmente na região.

Tarifas

A tarifa deste serviço será de R$ 2,75, com direito às integrações do Bilhete Único Crioca. Dentro do período de duas horas, o passageiro poderá realizar até três viagens de ônibus ao custo de uma passagem, se o BRT for o segundo deslocamento.

A integração com os trens da SuperVia (empresa que administra os trens no Rio) será de R$ 3,95, com direito ao uso de uma linha alimentadora do BRT e a integração com os ônibus de linhas intermunicipais terá tarifa de R$ 4,95, incluindo ainda uma viagem em linha alimentadora do BRT.

Passageiros serão orientados nas estações

Segundo Sansão, os usuários do BRT receberão folhetos informativos nas estações e dentro dos ônibus das linhas alimentadoras com esclarecimentos de como funcionará o novo sistema.

- Haverá pessoas em todas as estações distribuindo folhetos que informam os serviços e orientadores ao longo das linhas alimentadoras.

O que são as linhas alimentadoras?

As linhas alimentadoras do BRT são linhas de ônibus convencionais que partem de bairros não atendidos diretamente pelo traçado do BRT e que chegarão às estações do sistema. Uma viagem envolvendo uma linha alimentadora e o BRT custará R$ 2,75, como já acontece no Bilhete Único Carioca. Elas podem ser indentificadas porque os ônibus terão o mesmo padrão visual dos articulados do BRT e ainda possuem uma letra A após o número da linha.

Assista ao vídeo:


 
Veja Relacionados:  BRT
BRT 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS