R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

23 de Setembro de 2014

Notícias

Dois PMs são indiciados por morte de passista em Belford Roxo

Perícia constatou que tiro que matou a jovem partiu da pistola de um sargento

Do R7 | 28/12/2012 às 10h41 | Atualizado em: 28/12/2012 às 11h08
Publicidade

Dois PMs do Batalhão de São João de Meriti (21º BPM) foram indiciados pela morte da passista Ingrid Coutinho Santos, de 22 anos, ocorrida em outubro, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

O exame de confronto balístico comprovou que ela foi morta por um tiro disparado pela arma que estava com o sargento Roberth do Nascimento, de 46 anos, uma pistola calibre 40. No inquérito da Delegacia de Vilar dos Teles (64ª DP), o policial é indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e sem chance de defesa para a vítima.

Já o sargento Alex dos Santos Cerbino, de 41 anos, foi indiciado pelo crime de falso testemunho. Em depoimento, ele confirmou as informações que constam no depoimento de Roberth, de que haviam trocado tiros com menores armado, que conseguiram fugir.

Ingrid era passista na escola de samba Inocentes de Belford Roxo. Ela foi baleada na porta de casa. O projétil atravessou o corpo da jovem e ficou alojado na máquina de lavar, possibilitando o exame de confronto balístico. Assista ao vídeo:


 
Veja Relacionados:  PM, passista, tiro, ingrid, Belford Roxo
PM  passista  tiro  ingrid  Belford Roxo 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS