R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

27 de Maio de 2016

Notícias

Donos de parque aquático onde
menino morreu não aparecem para depor

Advogado foi a delegacia no final do dia para entregar documentos e remarcar depoimento

Do R7, em Campos | 17/08/2011 às 19h11
Publicidade

O advogado do parque aquático onde o menino de nove anos se afogou no último domingo (14) esteve no final da tarde desta quarta-feira (17) na Delegacia de Cabo Frio (126ª DP), na região dos Lagos. Ele entregou a documentação sobre a situação do estabelecimento solicitada pelo delegado Sérgio Lorenzi.

Os depoimentos dos donos do empreendimento, que estavam previstos para esta quarta-feira, foram transferidos. Até as 18h20 desta quarta-feira a data não havia sido divulgada pela delegacia. Cinco guardiões já foram ouvidos e, ainda essa semana, os tios de João Pedro Conceição Pimentel, que estavam com ele no parque,  vão dar esclarecimentos à polícia. Além dos depoimentos, os laudos da perícia do parque são fundamentais para definir os rumos do processo. O delegado pediu ao setor de perícia para acelerar a liberação desses laudos.

Veja também: Três jovens morrem em acidente com brinquedo em parque de diversão na zona oeste do Rio

João Pedro morreu na segunda-feira (15) no hospital Regional de Araruama, também na região dos Lagos. Ele estava internado na unidade de saúde desde domingo (14), quando foi transferido da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Cabo Frio, depois do afogamento. O corpo do menino foi enterrado na terça-feira (16) no cemitério Jardim dos Eucaliptos, na periferia da cidade.

O secretário de Fazenda de Cabo Frio, Clésio Guimarães, informou que o parque aquático não tinha autorização da prefeitura para funcionar. O Corpo de Bombeiros (15º GBM) já tinha confirmado que o clube não tem nenhum dos três documentos da corporação que o liberariam a abertura.

Segundo a assessoria de imprensa do empreendimento, o parque só ia ser inaugurado em outubro, mas os cinco guardiões que prestaram depoimento na segunda (15) e terça-feira (16) informaram na Delegacia de Cabo Frio (126ª DP) que já estão trabalhando há um mês.

O parque está interditado por prazo indeterminado por decisão da polícia civil e a piscina onde João Pedro se afogou está fechada por determinação do Corpo de Bombeiros.

Assista aos vídeos: 


 
Veja Relacionados:  menino, afogado, parque aquático, notificação,
menino  afogado  parque aquático  notificação 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS