R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

27 de Maio de 2016

Notícias

Estado de saúde de maquinista atropelada por trem da Supervia é grave

Segundo a concessionária, ela sofreu ferimentos no baço e está no CTI do Souza Aguiar

Do R7 | 27/09/2012 às 10h01

Publicidade

É grave o estado de saúde da maquinista da Supervia (concessionária responsável pela circulação dos trens no Rio), Tatiana Cristina Lopes da Silva, de 29 anos, que foi atropelada na tarde de terça-feira (26) por um trem, próximo à Central do Brasil, no centro da cidade. Ela atravessava a via férrea quando aconteceu o acidente, segundo a assessoria de imprensa da concessionária. Este foi o segundo caso de atropelamento em menos de 24 horas em estações da Supervia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Tatiana passou por uma cirugia no baço e estava no CTI (Centro de Terapia Intensiva) do Hospital Souza Aguiar, no centro. O quadro dela, segundo a secretaria, não evoluiu de terça para esta quarta-feira.

A Supervia informou que uma equipe de assistentes sociais da concessionária prestava auxílio à funcionária.

Na terça-feira (25), às 12h54, um homem morreu ao ser atropelado por um trem na estação de São Cristóvão (ramal Deodoro), na zona norte do Rio. De acordo com a Supervia, a vítima foi atingida quando tentava, indevidamente, fazer a transferência de plataformas pelos trilhos.

Problemas em Piedade

Na tarde de quarta-feira, um trem que seguia para Japeri, na Baixada Fluminense, apresentou um problema na estação Piedade, na zona norte. Passageiros informaram ao R7 que a composição descarrilou dos trilhos próximo à estação e que passageiros caminharam pela via, porém, a Supervia diz que houve problema no sistema que liga o trem à rede aérea. 

Os passageiros foram orientados a desembarcar na via com o auxílio dos agentes da concessionária e seguiram até a plataforma.

Pela manhã, a Agetransp (Agência Reguladora de Transportes Concedidos) um outro trem do ramal Japeri que seguia para a Central do Brasil também apresentou problema e teve a circulação interrompida. Segundo a Supervia, houve defeito no equipamento que faz ligação entre o trem e a rede aérea na estação Engenho de Dentro, na zona norte.

Os passageiros foram orientados pelo sistema de áudio do Centro de Controle Operacional a desembarcar na plataforma e, após cerca de dez minutos, todos os usuários já haviam seguido viagem em outras composições.

Pela tarde, a Agetransp abriu boletim de ocorrência para apurar este caso

Acesso à estação de Madureira permanece fechado

Um dos acessos à estação de trem de Madureira, na zona norte, permanece fechado por medida de segurança, após o acidente da última terça-feira (25), que deixou 19 passageiros feridos. Segundo a Supervia, apenas a entrada próxima ao viaduto Negrão de Lima estava liberada para embarque e desembarque de passageiros.

A concessionária tem o prazo de 48 horas para entregar à Defesa Civil o laudo técnico sobre a estrutura da estação onde ocorreu o descarrilamento de um trem. Três dos cinco pilares do terminal foram danificados. A composição foi removida e, após reparos na infraestrutura, o trecho foi liberado.

Supervia já foi multada 22 vezes neste ano

No período de janeiro a setembro de 2012, a Agetransp instaurou 22 processos contra a Supervia. De acordo com a agência, os principais motivos de investigação são: problemas técnicos na operação e avarias nos trens/rede aérea.

Nos dois últimos anos, a Agetransp aplicou multas de cerca de R$ 2,4 milhões, mas a concessionária só pagou R$ 321.680,00, o que representa 13,3% do total.

A empresa foi inscrita na Dívida Ativa Estadual com o valor de R$ 2.063.474,82. Ainda segundo a agência, a concessionária não entrou com recursos referentes às multas.

Assista aos vídeos:

 

 


 


 
Veja Relacionados:  Após, ser, atropelada, por, trem, funcionária, Supervia, tem, quadro, saúde, estável
Após  ser  atropelada  por  trem  funcionária  Supervia  tem  quadro  saúde  estável 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS