R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

2 de Setembro de 2015

Notícias

Mãe de lutador morto na Suíça teme que ele seja enterrado sem presença da família

Prima de Vagner Luis descobriu morte pelo Facebook

Do R7 | 21/11/2012 às 09h50

Publicidade

A família do lutador brasileiro de MMA Vagner Luis Cardoso, de 34 anos, assassinado no sábado (17), em Zurique, na Suíça, quer ajuda para trazer o corpo para o Brasil. Nesta quarta-feira (21), o consulado brasileiro no país informou que o corpo já foi liberado e encaminhado para uma espécie de funerária, no entanto, a liberação para enterro só pode ser dada pela família.

Segundo a prima de Vagner, Mônica Andrea Nogueira Barbosa, o maior medo da mãe do lutador, Cristina de Fátima Cardoso, é de que ele seja enterrado sem a presença da família, na Suíça.

— Ela está muito nervosa. Ficou ainda mais preocupada depois da notícia de que o corpo foi liberado. O maior medo dela é que ele seja enterrado lá sem que ela possa dar o último adeus a ele. Sem ver o filho pela última vez.

Cristina de Fátima mora em Barra do Piraí, no sul do Estado, vive em uma casa de três cômodos com duas filhas e dois netos.  Ela ficou sabendo da morte do filho por Mônica, que entrou no Facebook do lutador e encontrou mensagens de pêsames. Ao saber da morte de Vagner, Cristina, que é hipertensa, passou mal e precisou ser internada.

— Quando eu contei [sobre a morte de Vagner], ela passou mal e precisou ser hospitalizada, por causa da pressão alta. Ela está inconsolável. Tem horas que ela diz que não acredita e que só vai acreditar quando ver o corpo. Ela não está dormindo. As filhas dela e os netos estão assustados. Eles não estão acostumados com isso. A gente só vê isso na televisão.

Emocionada, Mônica lembra de como o primo era querido na família e pelos amigos.

— Ele era uma pessoa ótima. Era brincalhão e estava sempre disposto a ajudar os outros. Vai fazer muita falta.

Vagner Luis deixou o Brasil quando tinha 20 anos. Segundo a mãe dele, Cristina de Fátima Cardoso, ele estava no quartel, mas tinha o sonho de ser policial. Depois de conhecer uma menina, decidiu tentar a carreira de modelo e foi para a Alemanha.

Vagner tem dois filhos: uma menina de 14 anos, de um relacionamento ainda no Brasil, e um menino de dois, fruto do relacionamento com uma suíça. O lutador esteve no Rio de Janeiro pela última vez em 2009.

O lutador foi morto no sábado (17) dentro da casa onde morava com um amigo. De acordo com jornais suíços, o lutador foi encontrado baleado por um vizinho. Ele foi atingido no peito, no quadril e na perna direita. O homem ainda contou ter ouvido uma briga entre a vítima e uma mulher, seguida por pelo menos cinco tiros. Logo após o crime, a mulher foi presa. Uma ambulância foi chamada, mas Vagner morreu no local.

Assista ao vídeo:

Lutador Luis Godzilla em ação por videonoticias_rj no Videolog.tv.

 

 


Veja Relacionados:  Família, lutador, morto, Suíça, teme,enterrado, presença,família
Família  lutador  morto  Suíça  teme  enterrado  presença  família 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS