R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

27 de Maio de 2016

Notícias

Filho de Eike Batista terá que
pagar R$ 191,54 por Ferrari sem placa

Ele ainda terá que gastar R$ 39,04 pela diária no depósito do Detran

Do R7 | 07/05/2012 às 08h34 | Atualizado em: 07/05/2012 às 12h59

Publicidade

O filho mais velho do empresário Eike Batista, Thor Batista, foi multado em R$ 191,54 depois que sua Ferrari foi parada em uma blitz do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, sem placa dianteira, na tarde do último domingo (6). A infração é considerada gravíssima. Ele também terá que pagar R$ 39,04 pela diária, já que o veículo foi levado para um depósito do Detran. 

A assessoria de Thor informou que não vai comentar o caso.

Assista ao vídeo:


Histórico de problemas

Thor atropelou e matou o ajudante de caminhão Wanderson Pereira dos Santos, de 30 anos, por volta das 19h20 do dia 17 de março, na pista sentido Rio da rodovia Washington Luís, nas proximidades do distrito de Xerém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Veja fotos do acidente com filho de Eike Batista

Policiais rodoviários federais informaram que Thor dirigia um Mercedes Benz Mc Laren prata, placa EIK-0063, que teve a parte da frente destruída. 

A vítima estava em uma bicicleta e morreu na hora.

Veja quem são alguns dos mais ricos herdeiros do Brasil
Thor Batista exibe aliança de ouro na mão esquerda

Voltaria a namorar o Thor, diz a Panicat Nicole Bahls

Luma fica aliviada ao ver o filho separado de Panicat


O caso foi registrado na Delegacia de Xerém (61ª DP) como homicídio culposo, ou seja, sem a intenção de matar.

Laudo preliminar aponta que Thor não trafegava pelo acostamento

O laudo preliminar da perícia, encaminhado à 61ª DP, apontou que Thor não trafegava pelo acostamento da BR-040, como chegou a acusar a família do ajudante de caminhoneiro. O documento diz ainda que Santos empurrava a bicicleta, enquanto atravessava a rodovia.

O laudo informa também que Santos carregava uma sacola plástica com latas de cerveja. Os objetos foram encontrados no para-brisa do carro. Dias depois do acidente, Thor havia publicado no Twitter versão semelhante à que foi apontada pela perícia: "vinha na faixa esquerda com muito cuidado, sem ao menos dialogar com o meu carona, repentinamente um ciclista atravessou do acostamento do lado direito até o meio da faixa esquerda, onde trafegam veículos".

Segundo o relato, Santos "empurrava a bicicleta com o pé esquerdo no chão". Na ocasião, Thor informou ainda que sua "imediata reação foi aplicar força total nos freios do carro, segurando o volante reto". "Infelizmente, foi impossível evitar a colisão". Segundo o empresário, ele estava a 110 km/h.

O laudo ainda não tem informações sobre a velocidade do carro. Os peritos encontraram dificuldades de chegar ao dado porque não têm parâmetros para analisar o desempenho do Mercedes McLaren e pediram informações à Mercedes, fabricante do veículo. O modelo tem capacidade de frenagem superior e é mais baixo do que os carros convencionais, o que dificulta a realização dos cálculos que indicariam a velocidade.

Na semana passada, o delegado Mario Arruda, que investiga o caso, pediu ao Ministério Público Estadual a prorrogação do prazo para a conclusão do inquérito que apura o atropelamento do ciclista. A falta de informações sobre a velocidade do carro foi o principal argumento para pedir o adiamento de 30 dias para concluir o inquérito. No fim de março, teste realizado do sangue de Santos revelou que havia a concentração de 1,55 grama de álcool por litro de sangue. O máximo tolerado pelo Código de Trânsito Brasileiro é de 0,2 grama de álcool por litro de sangue.

carro

(Arquivo pessoal / Nicson Olivier)

 
Veja Relacionados:  eike, thor, carro
eike  thor  carro 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS