R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

2 de Setembro de 2014

Notícias

Governador Sérgio Cabral descarta greve
na Segurança Pública no Estado do Rio

"Nossos profissionais têm consciência", afirmou Cabral

Do R7 | 06/02/2012 às 10h59 | Atualizado em: 06/02/2012 às 11h36
Publicidade

O governador Sérgio Cabral disse na manhã desta segunda-feira (6) não acreditar que a ameaça de greve entre os profissionais da Segurança Pública do Rio se concretize, diante da possibilidade de que o movimento grevista iniciado na Bahia entre os policiais militares se espalhe por outras unidades da federação. As declarações foram feitas durante uma entrevista à rádio CBN.

Cabral citou a política de reajustes para policiais civis, militares e bombeiros que prevê aumentos escalonados que, de acordo com o governador, chegariam a 107% até o fim do seu governo, em 2014. Questionado sobre a possibilidade de o Rio viver uma situação semelhante à da Bahia, Cabral apelou para a “consciência” dos profissionais de segurança.

- Não tenho dúvidas de que nossos profissionais têm consciência. Sabem que prestam um serviço essencial e da credibilidade e apreço que a população tem por eles. Não tenho dúvidas [de que não haverá greve], não apenas no Carnaval, mas que teremos um dia a dia de tranquilidade para a população, que está feliz com a Segurança. Eu já me reelegi, não tenho interesse [político]. Estamos assumindo compromissos importantes com nossos oficiais e praças. Se meus antecessores tivessem feito o que fizemos em cinco anos, nosso padrão seria outro.

A Bahia vive uma situação de tensão desde o início da greve dos policiais militares no último dia 1º. Desde então, houve uma escalada no registro de homicídios e saques. Sem um acordo, o movimento se acirrou e os PMs resolveram ocupar a Assembleia Legislativa do Estado da Bahia. Nesta segunda, 600 militares do Exército cercaram a sede do poder Legislativo estadual.

No Rio, o reajuste salarial de 10% antecipado pelo governador não afastou a ameaça de greve entre policiais militares, civis, bombeiros e agentes penitenciários. Foi marcada uma assembleia geral conjunta para a próxima quinta-feira (9).

Neste fim de semana, policiais militares e bombeiros fizeram carreatas pela avenida Brasil e na orla, numa tentativa de despertar a atenção e angariar apoio da população ao movimento.No fim de semana retrasado, bombeiros, policiais civis e militares, e guardas municipais participaram de uma manifestação na praia de Copacabana, na zona sul.

Assista ao vídeo:


 
Veja Relacionados:  cabral, greve, segurança
cabral  greve  segurança 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS