R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

2 de Setembro de 2014

Notícias

Greve dos professores em Duque de Caxias deixa
quase 120 mil alunos fora da sala de aula

Mais de 90% das escolas municipais de Duque de Caxias estão sem aulas

Sérgio Vieira, do R7 | 16/05/2011 às 15h11
Publicidade

A greve dos professores na cidade de Duque de Caxias, Baixada Fluminense, deixa mais de 120 mil alunos fora da sala de aula, de acordo com informações divulgadas nesta terça-feira (16) pelo Sepe RJ (Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação do Estado do Rio de Janeiro).

Na sexta-feira (13), mais de 90% das escolas de Duque de Caxias estavam paradas e as que funcionavam mantinham apenas 20% de suas atividades, totalizando 176 colégios e conta ainda com a adesão de 6.000 professores.

A rede estadual, segundo o Sepe RJ, vai entrar em estado de greve no dia 07 de junho, com uma paralisação das atividades escolares por 24 horas. No mesmo dia, às 14h, uma assembleia no salão do clube municipal, na Tijuca, zona norte da capital fluminense, vai dar novo posicionamento ao movimento. 

Na quinta-feira (05), os profissionais de educação da rede municipal do Rio de Janeiro começaram uma greve de advertência de 48 horas (iniciada com conversações no dia 4 de maio), para exigir um reajuste emergencial de 26%, percentual resultante de parte das perdas salariais entre 2009 e 2010, o que vai apenas recompor parte dos prejuízos acumulados ao longo dos últimos dez anos.

- O reajuste emergencial de 26% é apenas para recompor parte das perdas dos últimos dez anos. Quando Cabral [governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral] assumiu, ele admitiu que a categoria perdeu 60% nos últimos dez anos. Mesmo assim, ao longo do governo dele, ele concedeu reajustes em duas ocasiões, de 12% e depois mais 4%. Estamos negociando agora para conseguir recuperar todas as perdas.

Nas 1.652 escolas que integram a rede estadual  há 70 mil profissionais e 1,245 milhão de alunos. Atualmente, um professor do Estado iniciante (nível 1) recebe um piso salarial de R$ 610,38; já um professor que trabalha 22 horas semanais, com 10 anos de rede (nível 3), recebe R$ 766,00.


Veja Relacionados:  greve, professores, aulas, paralisação,
greve  professores  aulas  paralisação 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS