R7 - Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

28 de Julho de 2014

Notícias

Greve dos vigilantes chega ao 33º dia com
124 agências bancárias fechadas no Estado

Bancos continuam fechados, apenas uma rede está funcionando normalmente

Do R7, em Campos | 25/04/2011 às 16h29 | Atualizado em: 26/04/2011 às 09h00
Publicidade

Os vigilantes bancários continuam sem trabalhar nesta segunda-feira (25) em vários municípios do interior do Estado do Rio. A greve, que começou no dia 23 de março, deixou várias agências bancárias fechadas. Apenas os bancos do grupo Itaú estão funcionando normalmente desde quarta-feira (20), quando uma determinação do Tribunal Regional do Trabalhado exigiu que o sindicato garanta que todas as agências tenham um segurança de plantão. O presidente do sindicato dos Vigilantes do Norte e Noroeste Fluminense, Luís Rocha, critica essa situação e afirma que esses vigilantes não são suficientes para dar segurança a uma agência em funcionamento. 
 
- O banco Itaú não pode funcionar com apenas um vigilante. Os outros bancos estão respeitando a proibição de abertura com apenas um profissional de segurança. São necessários dois vigilantes para atender uma agência com público.

A assessoria de imprensa do banco Itaú informou através de nota ao R7 que a instituição definiu um plano para continuidade da prestação de serviços bancários à população de Campos de Goytacazes, prejudicada pela greve de vigilantes em andamento na região e que o atendimento ao público foi encerrado onde o Itaú apurou risco de funcionamento. Eles esclarecem ainda que até que a situação em todas as agências seja normalizada, os clientes têm à disposição caixas eletrônicos e o Itaú 30 Horas pelo telefone e internet.

Em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, cinco agências também voltaram a funcionar na última quarta-feira. Na tarde de terça-feira (19), a Defensoria Pública conseguiu uma liminar que garantia a abertura das agências do centro de cinco instituições financeiras que atuam no município - Banco do Brasil, Santander, Bradesco, Itaú e HSBC. Todas as agências da Caixa Econômica Federal continuam fechadas.

Segundo a Federação dos Vigilantes do Estado do Rio, nesta segunda-feira 124 agências bancárias não abriram por conta da greve. Uma lei federal proíbe o atendimento ao público sem a presença de vigilantes.

A categoria reivindica um reajuste de 10% além da inflação e aumento do tíquete refeição para R$ 15. O tíquete atualmente é de R$ 8,20. O sindicato das empresas de segurança oferece para a categoria um reajuste de 1,5% além da inflação. A falta de um acordo acabou levando a greve para os tribunais e agora os patrões e empregados vão ter até a próxima quarta-feira (27) para apresentar suas propostas. Quem vai definir o reajuste vai ser o Tribunal Regional do Trabalho.

Assista ao vídeo:


 
Veja Relacionados:  vigilantes,greve, paralisação
vigilantes  greve  paralisação 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!
RSS